Início Notícias FERJ mantém clausula que força clubes colocarem seus principais jogadores em campo...

FERJ mantém clausula que força clubes colocarem seus principais jogadores em campo no Carioca

(Foto: Alexandre Vidal)

O Campeonato Carioca terá o seu início nesta terça-feira, na partida entre Boavista e Botafogo. A FERJ manteve a estratégia de 2021, para que os clubes grandes não deixem a competição em segundo plano e joguem com os seus principais jogadores.

Isso porque o Art.41 do regulamento, diz que o clube que não jogar com os seus principais jogadores após a terceira rodada, será multado pela Federação. O valor da multa é exatamente o valor repassado das cotas de transmissão para cada clube.

Desde que foi criada a clausula, nenhum clube foi multado e de fato isso não deve acontecer. Mas é uma maneira que a FERJ encontrou de fazer com que os principais jogadores do campeonato entrem em campo e não percam expectadores nas transmissões.

O Flamengo seguirá o cronograma dos últimos anos, iniciar o Carioca com os jovens do Sub-20 e o elenco principal entra no decorrer da competição. Os dirigentes rubro-negros entendem que uma pré-temporada mais longa para o elenco principal, é a melhor estratégia para o decorrer do ano.

Abaixo na íntegra a clausula imposta no Art.41 do regulamento do Campeonato Carioca 2022:

“Art.41 – A associação que, sem justo motivo, assim reconhecido pelo DCO da FERJ, após a 3ª Rodada da Taça Guanabara, deixar de utilizar sua equipe considerada principal, perderá o valor correspondente a totalidade de sua cota fixa de direito de transmissão e, caso já as tenha recebido ou não faça jus, pagará uma multa equivalente a esse valor, que será revertida em benefício dos demais clubes participantes do campeonato”.

Publicado em diariodofla.com.br