No elenco de Paulo Sousa, lateral perde espaço para joia da base e deve virar terceira opção

Apesar de não ter obtido os resultados desejados na temporada 2021, o Flamengo possui um dos melhores elencos do país. À disposição do técnico Paulo Sousa estão jogadores experientes e também algumas jovens promessas que estão buscando conquistar seu espaço no time principal. Com tantas opções de qualidade, quem acabou aos poucos perdendo espaço, foi o lateral Renê.

O jogador chegou ao Mais Querido em 2017 e brigava pela titularidade com o peruano Miguel Trauco, durante cerca de dois anos, mas a contratação de Filipe Luís em julho de 2019 fez com que o camisa 6 se tornasse reserva imediato na lateral-esquerda. E se não bastasse perder o status de titular, o experiente jogador de 36 anos pode deixar também de ser a segunda opção do técnico português.



Em 2021, uma cria da base veio sendo muito valorizada, Ramon, de apenas 20 anos, vem evoluindo e consequentemente ganhando prestígio e aos poucos vai conquistando o território que antes pertencia a Renê. A tendência é que nesta temporada o jovem talento ganhe ainda mais oportunidades, principalmente com o Campeonato Carioca no qual terá mais uma oportunidade para provar seu valor e mostrar que pode ser o futuro substituto de Filipe. Vale destacar que a joia da base sofreu uma lesão na pré-temporada, problema que atrasou sua participação no início dos treinos.



Outro detalhe é que Filipe Luís, está com 36 anos, e o experiente lateral vem demonstrando maiores problemas por conta da questão física, fator que tem lhe prejudicado e feito o Clube avalia uma nova opção com um jogador com maior potencial de evolução. O Flamengo estreia no estadual na próxima quarta-feira (26), às 21h35 (horário de Brasília). O adversário será a Portuguesa, no estádio Luso-Brasileiro, a antiga ‘Ilha do Urubu’.

Publicado em bolavip.com