Michael dá ok para o Al-Hilal e jornalista informa o que falta para o atacante deixar o Flamengo

Após definir todos os detalhes com Paulo Sousa, Marcos Braz agora começa a olhar o mercado da bola para atender alguns pedidos feitos pelo técnico português. Ao todo, a nova comissão técnica exigiu um atacante que atue pela beirada para ocupar o lugar deixado por Kennedy, que voltou para o Chelsea, da Inglaterra, um volante e mais um zagueiro. No entanto é possível que o Mengão precise de pelo menos mais um reforço para o setor ofensivo.

Isso porque a cada dia que passa Michael está mais próximo de deixar o Rubro-Negro. Querido pela torcida e também pelos jogadores, o atacante recebeu uma proposta de 45 milhões de reais do Al-Hilal, que fez com que o presidente Rodolfo Landim e o vice de futebol Marcos Braz gostassem da oferta. E segundo o jornalista Venê Casagrande o acordo entre os clubes está encaminhado e o atleta pode deixar a Gávea a qualquer momento.



“A negociação do Al Hilal com o Flamengo por Michael evoluiu nas últimas horas após o clube árabe aumentar a oferta. As partes discutem “detalhes finais” para fechar a operação. A qualquer momento o Rubro-Negro pode acertar a ida do atacante para a Arábia”, informou o jornalista.

Marcos Braz está próximo de fechar a contratação de Michael. Foto: Alexandre Vidal/ Flamengo

Como Rodolfo Landim foi diagnosticado com Covid-19 na última segunda-feira (17), quem está tocando as tratativas é Marcos Braz. Caso não jogue mais pelo Fla, Michael fez pelo clube 105 jogos, balançou as redes 25 vezes e deixou os companheiros na cara do gol em 14 oportunidades.



Publicado em bolavip.com