Início Notícias Jogadores brasileiros que foram treinados por Paulo Souza elogiam o português: "Um...

Jogadores brasileiros que foram treinados por Paulo Souza elogiam o português: "Um técnico que te tira da zona de conforto"

Paulo Sousa é o novo treinador do Flamengo. O português assinou vínculo com o Mengão até o fim de 2023. A expectativa da diretoria carioca é de que o novo treinador chegue no Rio de Janeiro no próximo dia 7 para estar com o elenco na reapresentação no dia 10, no Ninho do Urubu.

Em entrevista para o Globoesporte.com, jogadores que tiveram Paulo Souza como treinador elogiaram o português. O zagueiro Pablo, que jogou no Corinthians, foi treinado por Sousa quando o treinador teve uma curta passagem pelo Bordeaux. Ele treinou 42 partidas entre março de 2019 e agosto de 2020.

“Paulo Sousa é um cara fenomenal. Como pessoa, tem caráter, índole, ele e sua comissão. É um cara que se pegar o Flamengo da forma que está hoje vai levar a outro nível, mais alto do que já está. Tem muita intensidade de treino, monta bem seu time taticamente, sofre poucos gols, tem o controle praticamente o jogo inteiro. Só tenho coisas boas para falar dele”, falou.

Olimpik/NurPhoto via Getty Images/ Paulo Sousa fechou com o Flamengo até 2023.

E completou: “O Paulo Sousa foi o único treinador que me tirou da zona de conforto, daquilo que eu costumava fazer. Ele chegou e fez minha qualidade melhorar. Evoluí bastante depois do tempo que passei com ele na França.”



Otávio, volante que está no Bordeaux desde 2017, também elogiou o novo treinador do Mengão: “Foi uma das fases da minha carreira que mais evoluí. É um técnico que te tira da zona de conforto. Está o tempo inteiro cobrando e ativo. É muito competitivo e faz com que os atletas gostem dessa competitividade para vencer até nos treinos. Ele coloca isso no vestiário de quem sai no fim da semana com mais vitórias no treino.”

E finalizou: “É muito bom porque ele trabalha com a comissão em conjunto e por setores separados. Um pega o setor defensivo, ele pega o meio de campo, outra parte pega a parte ofensiva. São trabalhos individualizados e depois todo mundo junto. Foi uma fase em que evoluí muito.”

Publicado em bolavip.com