Início Notícias Galinho joga seis minutos e Estrelas do futebol vencem o jogo das...

Galinho joga seis minutos e Estrelas do futebol vencem o jogo das estrelas

Foto: Transmissão / SporTV

Depois de um ano sem o grande jogo das estrelas, em virtude da Covid-19, Zico pode finalmente reunir craques e amigos para o evento em 2021. Nesse sentindo, a partida ocorreu nesta terça-feira (28), na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro. Os craques foram distribuídos em duas equipes, Amigos de Zico e Estrelas do Futebol. Após dois tempos de 40 minutos o time do Galinho acabou perdendo por 3 a 2.

O jogo 

Logo no início da partida podemos observar um dos grandes momentos da noite: Zico deixando o campo para a entrada do filho, Tiago Coimbra. Infelizmente a realeza Rubro-Negra não pode contribuir com mais de 6 minutos dentro de campo. Isso porque, o eterno camisa 10 da Gávea passa por tratamento fisioterapêutico e não estava em condições de jogo.

Posteriormente a saída ovacionada de Galinho de Quintino do gramado, a partida continuou. Sendo assim, o primeiro gol da partida saiu nos pés de um grande conhecido da Nação:Athirson . O ídolo Athirson foi o responsável por tirar o 0 do placar aos 11 minutos e marcou para o time dos amigos do Zico. Com passe de outro grande conhecido da maior torcida do mundo, Ronaldo Angelim, o ex-lateral entrou na área e acertou belo chute cruzado.

Entretanto, o resto do primeiro tempo foi de domínio total da equipe Estrelas do Futebol. Como resultado, os convidados viraram e abriram larga vantagem no placar. Com gols de Grafite, Jonas e Ramon os adversários do time Amigos do Zico viraram o placar para 3 a 1 e foram com o resultado para o intervalo.

Se o primeiro tempo foi marcado por muitos gols, a segunda etapa, por outro lado, custou para as equipes balançarem as redes. Contudo, Zé Roberto, ex-jogador do Mengão na busca do título do Brasileiro de 2009, acertou um lindo chute aos 32 minutos e com um golaço diminuiu para o time do Zico.

 

Por fim, o que ficou em campo foi a saudade de rever grandes craques e a solidariedade em poder arrecadar fundos para ajudar o próximo. Mesmo com a derrota, o eterno camisa 10 pode com toda certeza pode retornar para casa feliz com a grande festa.

Fonte: Diário do Fla