FL de 3º zag, c/ Pedro e Michael: Paulo Sousa monta Flamengo e 'saca' Éverton Ribeiro em 3-4-2-1

footer logo

Paulo Sousa ainda não desembarcou no Rio de Janeiro – aliás, a Federação Polonesa faz jogo duro para liberar o técnico -, mas parece já ter estudado o elenco do Flamengo. Nesta segunda-feira (27), o comentarista Rui Malheiro, da rede RTP, de Portugal, contou particularidades do estilo do gajo e o que esperar do time rubro-negro em 2022.

De acordo com Malheiro, Paulo Sousa é conhecido em Portugal por um estilo ofensivo, algo que Marcos Braz e Bruno Spindel procuram na Europa. A herança de Jorge Jesus ainda pressiona o próximo técnico do Mengão, mas se for o atual comandante da Polônia, pode-se esperar mudanças até no time titular.

Malheiro deixou claro, em participação no programa Seleção SporTV, que Sousa gosta de defender e atacar em esquemas táticos diferentes. Para lembrar um pouco de sua Fiorentina, entre 2015 e 2016, o treinador costuma utilizar-se do 4-2-3-1, um dos sistemas mais utilizados no futebol mundial, devido ao equilíbrio que proporciona às equipes, com diversas possibilidades de variações táticas e flexibilidade, o que facilita na adaptação às características dos jogadores.

Foto: Alexandre Vidal/CRF – Gabigol e Pedro teriam lugares reservados no time ideal de Paulo Sousa, informa jornalista luso

Malheiro explica que, para defender, o Flamengo de Sousa provavelmente se fecharia em três linhas, no 4-4-2, mas, para atacar, o esquema passaria ao 3-4-2-1. Dando nome aos bois, o comentarista da RTP crê:

– Diego Alves mantém-se a princípio como titular no gol;

– pela juventude e o estilo mais ofensivo, Matheuzinho ganha vantagem sobre Isla;

– no miolo de zaga, David Luiz e Rodrigo Caio seriam os escolhidos, porém Filipe Luís atuaria mais recuado na linha de três atrás;

Willian Arão atuando como o homem mais recuado do meio de campo, seguido de Andres Pereira;

Foto: Thiago Ribeiro/AGIF – Michael teria vaga para correr pela lateral direita do ataque do Fla de Paulo Sousa

– pelo lado esquerdo, Arrascaeta, enquanto que Michael teria mais possibilidade de cobrir o corredor contrário, na vaga de Éverton Ribeiro;

– na frente, veríamos Pedro e Gabigol juntos, mas com Bruno Henrique compondo a outra ponta do triângulo. Neste caso, o camisa 21 seria o homem mais centralizado à frente.

Fonte: Bolavip