Início Notícias ‘Chapéu’ do Flamengo em JJ pode o aproximar de rival na Série...

‘Chapéu’ do Flamengo em JJ pode o aproximar de rival na Série A: “Será o melhor lugar para ele”, expõe colunista

Jorge Jesus parece ter ficado chateado com o fato de ter tomado um ‘chapéu’ para o Flamengo, no início desta semana. Isso porque o clube carioca tinha o português como prioridade na busca por um técnico para 2022, mas não quis esperar até quinta-feira (30), data do clássico entre Porto e Benfica, no Estádio do Dragão. O duelo pode aproximar as Águias da liderança do Campeonato Português, mas também marcar a queda do Mister em caso de derrota para o arquirrival.

“Jorge Jesus é até agora um grande fracasso no Benfica. Se não for já depois do jogo contra o Porto, nesta quinta-feira, ele estará fora do gigante de Lisboa até o final da temporada. E o futebol brasileiro será o melhor lugar para ele ganhar dinheiro e também massagear seu imenso ego com títulos e adoração”, expôs o colunista do ESPN.com.br, Paulo Cobos, nesta segunda-feira (27).



A demissão de JJ facilitaria um acordo entre o Rubro-Negro e o treinador, que é muito querido pela Nação Flamenguista. Sem querer aguardar o confronto que pode selar a saída do portuga do time benfiquense, o Mengão avançou por Paulo Sousa, que forçou a saída da Seleção da Polônia e vai arcar com a multa de 300 mil euros (algo em torno de R$ 1,9 milhão de reais na cotação atual).

Foto: Thiago Ribeiro/AGIF | Mister já foi ventilado no Corinthians e na Seleção Brasileira

Diferente de Sousa, o nome de Jesus circula no futebol brasileiro há algum tempo, principalmente após o ano de 2019, em que ganhou tudo que pôde comandando a equipe da Gávea. Inclusive, o comandante multicampeão pelo Fla já foi ventilado como o possível sucessor de Tite na Seleção Brasileira, além de ser um nome que agrada a Fiel Torcida se um dia Sylvinho não estiver mais à frente do Corinthians.



Cobos acrescentou que Jorge Jesus pode reagir positivamente a convites de clubes com o mesmo peso que os flamenguistas: “Jesus ficaria eufórico com convites de clubes com elencos poderosos como o do Flamengo. No Atlético-MG e no Palmeiras, isso é difícil a curto prazo. Já no Corinthians…”, acrescentou o jornalista da ESPN.

Fonte: Bolavip