Início Notícias ‘Com dinheiro em caixa, Mengão vai trazer Paulo Sousa? Brincadeira, hein’, diz...

‘Com dinheiro em caixa, Mengão vai trazer Paulo Sousa? Brincadeira, hein’, diz youtuber sobre novo técnico

()

O youtuber Gustavo Henrique Dando Choque publicou um vídeo no início da tarde deste domingo e questinou a opção da diretoria do Flamengo pela contratação do técnico português Paulo Sousa, como informou o diário “Record”.

“Estava sem acreditar que a diretoria do Flamengo tomaria essa posição de contratar esse técnico depois de tanto tempo na Europa. Essa contratação é mais do mesmo. Para trazer o Paulo Sousa era melhor apostar em alguém no Brasil. Ele é do mesmo nível dos últimos técnicos que o Flamengo teve. Não é aquilo que estava esperando. Evidente, que a gente torce para dar certo”, disse.

Choque frisou que o Flamengo possuía condição de trazer outro treinador. “O presidente de Federação Polonesa disse que não vai deixar barato e não é assim. Volto a dizer que a gente tinha grana e tudo para fazer uma grande contratação. Posso depois pedir desculpas pela contratação do cara lá na frente, mas no momento é a falta de representatividade para assumir o comando do Flamengo. O torcedor vivia a expectativa de contar com o retorno de Jorge Jesus”.

A carreira de Paulo Sousa

Aos 51 anos, Paulo Sousa atualmente é comandante da Seleção Polonesa, que ainda briga no Play-off europeu por uma vaga na próxima Copa do Mundo. Contudo, apesar do atual cargo, o treinador já deu sinal positivo para ouvir o projeto do Flamengo. Como resultado, Marcos Braz e Bruno Spindel já tem reunião marcada com o português.

A história de Paulo Sousa se estende a de como técnico de futebol. Dessa forma, como jogador, o português foi uns dos grandes destaques de Portugal nas últimas décadas. Isso porque, ao lado de Antonio Conte e Didier Deschamps no meio campo, foi campeão da Champions com a Juventus. Além disso, repetiu o feito no Borussia Dortmund servindo de garçom para Andreas Möller.

Como treinador, Paulo Sousa começou nas categorias de base da Seleção Portuguesa. Desde então, o técnico chegou a rodar o mundo comandando diversas equipes como: QPR, Leicester e Swansea City, na Inglaterra, Videoton, na Hungria, Maccabi Tel Aviv, em Israel e Basel, na Suíça. Até chegar ao Fiorentina onde teve destaque em 2015.

“Foi no futebol italiano que comecei a entender o jogo do ponto de vista tático [como jogador]. O Marcelo Lippi [ex-treinador italiano] me ensinou a ser mais inteligente taticamente”, revelou Paulo Sousa, em entrevista ao “The Coaches Voice”.

Posteriormente, o português chegou a treinar a Roma (ITA), Tianjin Tianhai (CHI), Bordeaux (FRA) e por fim, onde se encontra atualmente, na Seleção Polonesa. Como comandante de Robert Lewadowski e companhia, Paulo Sousa, obteve a maior marca de gols da história da Seleção Polonesa 37 gols, uma média de 2,7 por jogo.

Fonte: Diário do Fla