Início Notícias Qual é o prognóstico geral do Flamengo pro futuro?

Qual é o prognóstico geral do Flamengo pro futuro?

Jogadores do Flamengo – Foto: Marcelo Cortes

As últimas partidas decisivas do Flamengo, desde o comando de Rogério Ceni até a breve passagem recente de Renato pelo comando técnico do time, foram como um bom vídeo viral de anos atrás do Bruxo, repetidas vezes na trave, ou melhor, no travessão.

Para gerir e administrar um equipe de maneira efetiva, além do âmbito técnico e profissional (coisas que não faltavam nem em Renato nem em Rogério), é necessário uma comunhão quase religiosa com o elenco, através do entendimento e bom relacionamento do técnico com o time.

Desta forma, são necessárias diferentes formas e tipos de conhecimento para conseguir extrair a capacidade técnica real de um time.

Nestes pontos, ambos tiveram passagens conturbadas pelo rubro-negro, sobretudo Rogério, que foi demitido em uma ocasião e um clima no mínimo estranhos.

Para entender um pouco mais sobre o panorama atual e o que a torcida pode esperar para o futuro, é necessário resumir de maneira breve as passagens destes treinadores pelo clube.

Pois afinal, quando analisamos os números, estatísticas e dados, as campanhas de ambos foram tão trágicas assim?

Como foi a passagem de Ceni pelo Mengão?

Rogério Ceni mostrando a camisa do Flamengo – Foto: Alexandre Vidal

O agora técnico do tricolor paulista, Rogério Ceni, teve uma passagem extremamente celebrada pelo Fortaleza, onde adquiriu sucesso nos resultados, com a torcida e com o elenco de maneira quase imediata.

Antes de embarcar na carreira de técnico, contudo, Ceni se tornou um ídolo imortalizado pelo tricolor paulista, onde pode adquirir diversos tipos de conhecimento relacionados à liderança de uma equipe, devido ao seu papel de veterano no clube.

Todas estas características de liderança e frieza tática são indispensáveis para um bom treinador, portanto, Ceni foi cotado como um possível grande talento como técnico logo após sua aposentadoria.

Porém, a primeira oportunidade profissional de Rogério veio justamente do São Paulo, onde o treinador novato não teve uma boa experiência e nem um bom relacionamento com a torcida, tanto que sua contratação foi extremamente criticada após a demissão de Hernán Crespo.

Após sua primeira passagem pelo São Paulo, o primeiro êxito como treinador por parte de Rogério veio no Fortaleza. No entanto, no Flamengo sua passagem foi mais parecida com a sua primeira passagem pelo São Paulo.

De acordo com publicação do UOL em Julho deste ano, Ceni esteve à frente do rubro-negro pelo total de 45 jogos, tendo sido contratado em novembro de 2020 e tendo aproximadamente 50% de aproveitamento ao longo dos 45 jogos.

Contudo, Rogério ficou notoriamente conhecido pelas falhas táticas referentes ao sistema defensivo, apesar do ataque ter atuado, sob seu comando, como sempre.

Ainda, Ceni teve média de um título a cada 15 jogos em sua passagem no Mengão, tendo obtido 3 títulos neste prazo de 45 jogos, sendo um dado expressivo em sua passagem.

Renato Gaúcho como comandante tático do rubro-negro

Renato Gaúcho segurando a camisa do Flamengo – Foto: Alexandre Vidal

Portaluppi foi contratado logo após a demissão de Rogério Ceni, tendo sido o técnico cotado para obter os títulos do campeonato brasileiro e da libertadores à frente do Mengão. No entanto, após a derrota para o Palmeiras na final da Libertadores, o técnico foi demitido.

Mas como foi a passagem do técnico pelo clube, de maneira geral? Renato foi contratado no dia 10 de julho e deixou o comando do Flamengo em menos de seis meses.

Além da derrota na final da Libertadores para o maior rival atual do clube, em questão de nível técnico, o Mengão foi eliminado também da copa do brasil por um desacreditado Atlhetico Paranaense e foi se distanciando cada vez mais da briga pelo título do brasileiro.

Após sua demissão, Renato deixou o comando do clube com um aproveitamento melhor que o de Rogério em questão de obtenção de pontos, porém, sem nenhum título sob sua passagem.

Porém, mesmo que não fosse demitido, a estadia de Portaluppi no clube carioca seria interrompida no início de 2022 devido à razões contratuais, de modo que o clube e também o treinador já haviam concordado em não permanecerem juntos para a temporada seguinte.

No total, Renato conquistou em sua passagem pelo clube:
– 25 vitórias
– 8 empates
– 5 derrotas

Tendo um ótimo aproveitamento de quase 75%.

Prognóstico para a temporada seguinte
A maior parte da torcida rubro-negra anseia pelo retorno de seu último treinador, que ganhou o carisma da torcida, Jorge Jesus.

Contudo, o Flamengo precisa urgentemente aprimorar seu setor defensivo para se manter em um nível competitivo com os times de melhor elenco e qualidade técnica do país, que atualmente são seus rivais: o Palmeiras e o Atlético Mineiro.

Desenvolvendo um estilo de jogo sob a tutela de um treinador com um estilo de jogo mais robusto e conservador, o Mengão pode deslanchar novamente, visto que seu ataque flui de maneira natural devido à qualidade de seus jogadores.