Início Notícias Marcos Braz desmente recusa de Jorge Jesus ao Flamengo: “Se não tem...

Marcos Braz desmente recusa de Jorge Jesus ao Flamengo: “Se não tem negociação, ele não pode falar não”

Jorge Jesus e Marcos Braz – Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

COLUNA DO FLA: Pouco antes de embarcar rumo à Europa para se encontrar com Bruno Spindel, diretor executivo de futebol do Flamengo, Marcos Braz, vice-presidente da pasta, se posicionou sobre a negativa de Jorge Jesus – noticiada pela imprensa portuguesa neste sábado (18). De acordo com o dirigente, não existe qualquer negociação com o Mister e, portanto, não há possibilidade da narração ser verdadeira.

Braz, inclusive, respondeu a repórter Isabelle Costa sorrindo de forma irônica ao que foi divulgado pelo site ‘A Bola’, de Portugal, na manhã deste sábado (18).

“Não tem nenhuma negociação. E se não tem negociação, ele não pode ter falado ‘não’. É o que eu falo: tem muita especulação, tem muita situação que não dá pra ficar toda hora negando ou falando de A, B ou C. A gente está fazendo essa viagem de uma maneira muito tranquila e planejada. Não estamos atrás de repetir nada, mas de repetir o projeto que a gente idealizou no começo de 2019. E é isso. Não vou ficar aqui repercutindo e nem tenho esse direito, até porque que tenho que respeitar os jornalistas portugueses. Eles têm o direito e eu respeito isso, mas não teve absolutamente nada de negativa por ele porque não tem absolutamente nada com o Jorge Jesus. Esse amor e esse ódio que eles têm pelo Jorge é Portugal e Benfica quem têm que resolver. A gente foca no Flamengo, na estrutura do Flamengo. Não temos absolutamente nada a ver com isso, é uma loucura”, disse.

De acordo com o portal, Jorge Jesus ainda pretende se reunir com os dirigentes rubro-negros no Velho Continente, mas em clima amistoso – visto que já comunicou ao clube que não há possibilidade de transferência ao futebol brasileiro neste momento.

Além de Jorge Jesus, o Flamengo ainda tem interesse em se reunir com Rui Vitória, Paulo Sousa, Paulo Fonseca, Carlos Carvalhal e Vítor Pereira. A ideia é que o clube consiga fechar acordo com um novo treinador antes do dia 10 de janeiro, data de reapresentação da equipe para temporada 2022.