Início Notícias Flamengo perdeu de contratar Leonardo Jardim por decidir reduzir gastos

Flamengo perdeu de contratar Leonardo Jardim por decidir reduzir gastos

TORCEDORES: Com o Flamengo em busca de um treinador para 2022, Eric Faria recordou o mesmo processo que ocorreu após a saída de Jorge Jesus. Em 2020, o ‘Mister’ deixou o Rubro-Negro para retornar ao Benfica, motivo pelo qual um substituto precisou ser encontrado. Inicialmente, Leonardo Jardim foi o nome cogitado pelo departamento de futebol, mas a preferência não se repetiu na Gávea, onde fica sede administrativa do clube, que preferiam uma investida por Miguel Ángel Ramírez.

Por conta do atrito, a verba destinada para a renovação de Jorge Jesus foi cortada. Sendo assim, o valor de 4.5 milhões de euros, que seria investido no novo treinador, passou a ser de 1.3 milhão de euros. Neste cenário, Marcos Braz precisou mudar seus planos e desistir da contratação de Leonardo Jardim.

“A diretoria do Flamengo entre Ninho do Urubu e Gávea se dividem. Uma parte da direção queria o Miguel Ángel, que estava saindo do Del Valle, e o departamento de futebol entendia que deveria se um técnico português, alguém que tivesse uma metodologia parecida com a do Jorge Jesus, até porque não ia ter muito tempo de adaptação, talvez fosse a melhor escolha. O Marcos Braz parte pra Europa, na cabeça dele com o mesmo orçamento que pagava ao Jorge Jesus, que tinha renovado por 4,5 milhões de euros por ano”

“Quando o Braz chegou na Europa, a Gávea não queria que fosse um técnico português, queria que fosse o Miguel Ángel, aí o que o pessoal da Gávea faz? Eles cortam o orçamento porque na cabeça do departamento financeiro do Flamengo já era um valor muito alto para um técnico. Pagava-se esse valor porque era o Jorge Jesus. Então, cortaram esse orçamento para 1,3 milhões de euros“, disse no programa “Seleção SporTV”.

Além disso, Eric Faria contou que Jardim estava com reunião agendada para debateu sua chegada no Flamengo. Porém, mediante a redução financeira, as negociações não seguiram e o clube precisou pensar em outro profissional, com Domènec Torrent sendo contratado algum tempo depois.

“O Flamengo tinha agendado uma entrevista com o Leonardo Jardim, só que com 1,3 milhões de euros, o Jardim não senta nem pra tomar um café, com 4,5 milhões possível que negociasse com ele que estava desempregado”, completou.