Início Notícias Técnico português quebra silêncio e explica por que recusou Flamengo: “Era muito...

Técnico português quebra silêncio e explica por que recusou Flamengo: “Era muito perigoso”

Fla fez tentativa com treinador português após saída de Jorge Jesus

Entrevistado pela emissora Sky Sports nesta segunda-feira (15), o técnico português Carlos Carvalhal revelou o motivo pelo qual recusou treinar o Flamengo no ano passado, depois do sucesso de Jorge Jesus na equipe rubro-negro. De acordo com o treinador, que tem vínculo com o Braga até 2022, ele foi procurado pela diretoria do time da Gávea em julho de 2020, mas a pandemia do coronavírus acabou sendo o principal “agente dificultador”, juntamente com questões familiares.

“A minha mulher, o meu filho e a minha filha disseram todos o mesmo. Estávamos no meio de uma pandemia, era perigoso porque ninguém sabia o que ia acontecer. Foi então que decidi que não podia ir para o Brasil”, afirmou o treinador pretendido pelo Flamengo.

Naquela oportunidade, Carvalhal acabou acertando vínculo com o Braga. Recentemente, o treinador  voltou a ter nome ventilado no Fla, diante do cenário de instabilidade no trabalho de Renato Gaúcho. No continente europeu, o profissional também acumula passagens por Besiktas, da Turquia, e Sporting, de Portugal.

Diante do cenário de recusa de Carlos Carvalhal, o Flamengo seguiu com a linha europeia, e contratou Domènec Torrent para ficar na vaga de Jorge Jesus, mas o desempenho ficou aquém das expectativas, e o trabalho foi interrompido após insucessos.

LEIA TAMBÉM:

Parceria futura? Junto com Isla, Vidal parabeniza aniversário do Flamengo; assista

Klinsmann revela conversa com Flamengo em 2020 e elogia ‘clube fascinante’

Flamengo terá time 100% reserva contra o Grêmio, no Sul