United acena com R$ 613 milhões por Vinícius Jr e Flamengo se empolga com “bolada” em percentual

O atacante está em alta no Real Madrid e se tornou um dos principais brasileiros que atuam na Europa

Foto: Aitor Alcalde/Getty Images

Na noite desta última segunda (8), fora de casa, o Flamengo não teve uma grande atuação e apenas empatou com a Chapecoense. O time de Renato Gaúcho abriu o placar ainda no primeiro tempo, com Matheusinho. Pouco tempo depois, o Alviverde virou e ficou em vantagem. Michael, após um lindo passe de Gabi, deixou tudo igual na Arena Condá.

“Vão falar que é mais uma desculpa. Não temos tempo para treinar. Mudamos algumas peças justamente porque os jogadores estão no limite. Hoje dois jogadores não deveriam jogar, e estamos arriscando, de repente até perder alguém para o dia 27. Não posso pensar só no momento, tenho que pensar ali na frente. Dia 27, não vou ter o Léo Pereira”, disse Renato, em coletiva.

Sem muitas chances no Brasileirão e já eliminado na CdB, o Rubro-Negro tem o dia 27 como sua “cartada final”. Internamente, o título da Libertadores não é visto somente como uma grande conquista. Parte da diretoria já pensa no prêmio em dinheiro dado pela Conmebol, que pode ser importantíssimo no fluxo financeiro desta reta final de temporada. 

Flamengo, assim como outros clubes, precisa ressarcir seus funcionários e colocar o pagamento em dia. Desta forma, qualquer dinheiro é bem-vindo. Por isso, muitos rubro-negros torcem pela venda de Vinícius Júnior no Real Madrid. Caso seja concretizada, pode render uma boa bolada nos cofres da Gávea. Recentemente, o atacante vem sendo observado pelo Manchester United.

Segundo o renomado “CalcioMercato”, o time inglês pode oferecer até 96 milhões de euros (R$ 613 milhões, na cotação atual) pelo jogador na próxima janela de transferências. Desta forma, se baseando numa eventual venda, o Flamengo teria direito a receber algo em torno de R$ 14 milhões de reais. O valor equivale à porcentagem de clube formador (2,25%)