Início Notícias Léo Moura relembra passado e revela que foi derrubado do Flamengo

Léo Moura relembra passado e revela que foi derrubado do Flamengo

Jogador revelou que sabia de articulação de Luxemburgo para Pará e que técnico não tinha interesse em contar com ele

Léo Moura, marcou a história do Flamengo, ao atuar na lateral direita por mais de uma década. Mas apesar de conquistar inúmeros títulos e atuar durante tantos anos com a camisa rubro-negra, o craque revelou em entrevista ao “Cara a Tapa”, do jornalista Rica Perrone, que saída do clube carioca não ocorreu da forma que ele desejava.

“Aquilo ali, eu não esperava que fosse daquela forma. Foi o melhor momento da minha carreira. Jamais vou esquecer aquele momento. Eu não queria sair do Flamengo”, revelou o jogador ao relembrar a saída do Flamengo em 4 de março de 2015, em jogo amistoso contra o Nacional-URU, no Maracanã. Na ocasião o jogador foi homenageado por Zico. Léo deixou o Flamengo para atuar no Fort Fort Lauderdale Strikers, dos Estados Unidos.

Antes de deixar o Flamengo, o jogador recebeu uma proposta para renovar o contrato com o Mais Querido, porém negocio não agradou nem um pouco o lateral que previa redução salarial e contrato com validade de apenas seis meses. Proposta foi feita em dezembro de 2014 e em fevereiro, Léo Moura foi anunciado no clube-norte americano.

“Não concordei [com a redução], tinha mais de 10 anos de clube. Faltou um pouco de respeito. Naquele momento, já sabia que o Luxemburgo não queria contar comigo. É… pelo que dava para entender.. Ele tinha articulado para trazer o Pará. Eu confio em mim, tinha o contrato… eu vou jogar, mas chegou um momento que minha vida toda eu ia pro treino com o maior prazer, saía de casa feliz. Chegou um certo momento que eu estava indo ‘de novo, tem que ir lá’. Ele conseguiu me tirar esse… exatamente [foi me minando]. Foi desgastando, eu não preciso disso, tenho mais de 500 jogos, sou o sétimo que mais vestiu a camisa do Flamengo, não posso passar por isso. As coisas foram acontecendo. Eu nem quis sair de dinheiro, nada… Eu fui para receber US$ 5 mil. Eu precisava sair do Flamengo. Eu não queria jogar em outro time [do Brasil]”, revelou.

Apesar de o ex-jogador admitir que se sentiu desrespeitado pelo Flamengo na ocasião o lateral, no entanto reforçou que na época não tinha interesse em atuar por nenhum outro time brasileiro. “Não queria sair do Flamengo para jogar em outro time. Falei para o Rodrigo Caetano que queria sair. Ele falando que eu iria ajudar. Passou um mês e meio o Vanderlei Luxemburgo saiu”, finalizou.

Fonte: BolaVip