Início Notícias Mundial de clubes terá ingresso mais barato do que Libertadores

Mundial de clubes terá ingresso mais barato do que Libertadores

Diferente da edição 2020, que por causa da covid-19 ocorreu em fevereiro de 2021, o Mundial de Clubes 2021 (que novamente será adiado para o ano seguinte por problemas causados pela pandemia) terá torcedores estrangeiros podendo viajar aos Emirados Árabes, sede do torneio que será realizado provavelmente em fevereiro de 2022. Para não ser necessária uma quarentena de dez dias, o viajante terá que ter as duas doses da vacina contra a covid.

No Qatar-2020, organizado em fevereiro de 2021, devido à pandemia somente fãs locais puderam comprar ingresso, o que impediu que a torcida palmeirense pudesse ver in loco seu time estrear em Mundiais da Fifa. Palmeiras ou Flamengo , quem vencer a final da Libertadores de 27 de novembro, no Uruguai, será o representante da América do Sul nos Emirados Árabes.

E se os brasileiros estão tendo que desembolsar um mínimo de US$ 200 (R$ 1,1 mil) para acompanhar no estádio Centenário a decisão do continental, para o Mundial os ingressos devem custar bem menos. A estimativa é que o bilhete mais caro não ultrapasse os US$ 100 (R$ 550) — para a edição 2020 no Qatar havia ingressos por menos de US$ 15 (R$ 85).

O campeonato ocorreria inicialmente no Japão, em dezembro, mas a federação local acabou desistindo de organizar porque não poderia colocar torcedores nos estádios, por causa da covid-19, o que levaria a prejuízo. A Fifa optou então pelos Emirados Árabes, que já recebeu o torneio outras quatro vezes (2009, 2010, 2017 e 2018).