“A ordem é: se der pra sair jogando, a gente sai jogando. Se não der, quebra lá pra frente”, diz Renato

Diego Alves errou ao tentar um lançamento na saída de jogo e culminou no gol do Defensa y Justiça. Renato Gaúcho analisou o ocorrido.

Diego Alves, goleiro do Flamengo
Diego Alves, goleiro do Flamengo – Foto: Alexandre Vidal

ESPN: O Flamengo segue 100% após três jogos, com duas goleadas, sob o comando de Renato Gaúcho. Nesta quarta-feira, com o estádio Mané Garrincha voltando a receber público, o Fla aplicou um 4 a 1 no Defensa y Justicia no duelo de volta das oitavas de final e se classificou às quartas de final da Conmebol Libertadores.

No único grande vacilo do Flamengo na partida, o time argentino fez o gol que empatou o confronto àquela altura. Diego Alves errou ao tentar um lançamento na saída de jogo, a bola bateu no atacante do Defensa e entrou no gol.


Renato Gaúcho lamentou o ocorrido e explicou o lance, dando apoio a seus atletas apesar do erro.

“É importante ter saída de bola e eu dou essa liberdade para os jogadores. Eu sei que essa pergunta é feita porque a gente tomou o gol, mas uma equipe que tem a qualidade que nem tem o Flamengo não pode ficar dando chutão toda hora. Agora, a ordem é: deu pra sair jogando, a gente sai jogando. Não deu pra sair jogando, a gente quebra lá na frente. Não vai querer arriscar, fazer coisa diferente no momento que o adversário aperta”, disse Renato.

“Hoje infelizmente tomamos gol, mas infelizmente foi falha nossa mais do que mérito do adversário. Acontece. A saída de bola do Flamengo é um ponto forte que a gente tem”, completou.

Nas quartas de final, o rubro-negro aguarda o vencedor entre Olimpia-PAR e Internacional. No duelo de ida, no Paraguai, empate sem gols.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui