Flamengo vem de duas decisões seguidas nos pênaltis em Oitavas da Libertadores

Em 2019, o Mengo venceu o Emelec. Já na temporada passada, a sorte não foi a mesma, e o Rubro-Negro acabou eliminado pelo Racing.

Gabigol comemorando gol em Flamengo x Emelec – Foto: Alexandre Vidal

COLUNA DO FLA: Rumo ao tricampeonato da América, o Flamengo retoma sua caminhada na Libertadores, nesta quarta-feira (21), e busca ao menos um empate contra o Defensa y Justicia para garantir vaga nas quartas de final. Com vantagem de 1 a 0 no placar agregado, basta um empate em 0 a 0 para o Mais Querido se classificar no tempo regulamentar e evitar a terceira disputa de pênaltis seguida nesta etapa da competição.

Vale lembrar que nas duas últimas edições da Libertadores (2019 – 2020), o Flamengo teve de decidir o confronto de oitavas de final nas penalidades máximas. No primeiro ano, o Mengo venceu o Emelec, do Equador, avançou às quartas e posteriormente levantou a taça tão desejada. Já na temporada passada, a sorte não foi a mesma, e o Rubro-Negro acabou eliminado pelo Racing, no Maracanã.

Para evitar a disputa por pênaltis, o Flamengo não pode perder por 1 a 0. O empate em 0 a 0 basta ao Flamengo para se classificar, assim como qualquer outro placar em igualdade. Em caso de derrota por dois ou mais gols, o Rubro-Negro seria eliminado da competição.

Em busca de mais uma vitória e da confirmação da classificação, Renato Gaúcho terá força máxima pela primeira vez no Flamengo. Rodrigo Caio e Bruno Henrique se recuperaram das lesões e estão à disposição, zerando os desfalques da equipe titular. Arão, que cumpriu suspensão na partida de ida, também volta ao time.

Flamengo x Defensa y Justicia será disputado, às 21h30 (horário de Brasília), no Estádio Mané Garrincha, em Brasília). Como de costume, o Coluna do Fla traz a transmissão mais rubro-negra da internet, via YouTube. Rafa Penido comanda a narração, acompanhado do comentarista Tulio Rodrigues e da repórter Letícia Marques.