Renato Gaúcho elogia Michael: “É bom jogador e não desaprendeu a jogar”

Ele admitiu que o time não fez um bom jogo, mas celebrou a vitória fora de casa, em partida válida pelas oitavas da Libertadores.

Michael comemorando gol em Defensa y Justicia x Flamengo
Michael comemorando gol em Defensa y Justicia x Flamengo – Foto: Alexandre Vidal

DIÁRIO DO FLA: O técnico Renato Gaúcho concedeu entrevista coletiva após a vitória por 1 a 0 contra o Defensa y Justicia na sua estreia no comando do Flamengo. O treinador respondeu muitas perguntas sobre a deficiência técnica do Mengão nesta quarta-feira na Argentina. Ele admitiu que o time não fez um bom jogo, mas celebrou a vitória fora de casa, em partida válida pelas oitavas da Libertadores.

Michael
“O Michael foi contratado pelo que vinha jogando no Goiás. É um bom jogador e não desaprendeu a jogar. É sempre muito importante o treinador conversar com o jogador. Tenho procurado passar muita confiança, principalmente, o Michael que vinha sendo criticado. Tenho certeza que ele vai continuar nos ajudando. Tenho certeza que o grupo vai estar muito mais forte quando todos saírem do departamento médico”.

Menor posse de bola
“Achei que era a melhor formação (para começar o jogo). Não tive tempo para treinar. Não me incomodo com isso. O mais importante foi a vitória. Não adianta praticar um futebol bonito, todo muito gostar e não vencer. Nas próximas partidas deve seguir isso, uma equipe com raça. Não é nada fácil ganhar fora de casa, Libertadores é sempre um jogo complicado. Hoje, prevaleceu mais a vontade. Concordo que o Flamengo não esteve tão bem, cometemos alguns erros. Temos mais 90 minutos para carimbarmos nossa vaga para próxima fase”.

O que faltou para o time
“É normal, Libertadores. O adversário, talvez, faltasse um de ritmo de jogo. Para gente, faltou entrosamento. O Thiago Maia e o João Gomes, pela primeira vez, jogaram juntos. Se hoje fizer uma pergunta para o nosso torcedor se gostaria que tivesse jogado mal e vencido, pode ter certeza que a opinião é igual a minha. Importante conseguirmos a vitória”.

Corrigir
“Você pode fazer uma partida maravilhosa, vencer, mas sempre vamos ter problemas para resolver. Não temos tempo para treinar. Será na base da conversa, do vídeo. O grupo vai ficar cada vez mais forte, quando os outros jogadores saírem do departamento médico. Jogou mal é normal, não estou dando desculpa, é um fato que temos desfalques. No fim de 90 minutos, ganhamos a partida. Não tem jogo fácil, o torcedor pode ficar tranquilo. Conheço bem o clube. Quando todo mundo estiver a disposição pode ter certeza que o grupo vai estar muito mais forte”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui