Rogério Ceni de coitado não tem nada

Com maus resultados, com áudio vazado e com a sombra de Jesus, não é surpresa que tenha sido demitido.

Técnico Rogério Ceni sorrindo – Foto: Alexandre Vidal

BLOG DO MENON: Não adiantou Rogério Ceni bajular o Flamengo, comparar com o São Paulo, dizer da sua importância social (como se a questão fosse importante para ele), tentar ser mais palatável. Foi demitido de madrugada.

Não vai poder defender o título que conquistou no ano passado, mas ruim não está. Receberá muito dinheiro pela quebra do contrato. Faz muito bem. A demissão não vem apenas pelas quatro derrotas nos seis últimos jogos. O áudio vazado com acusações de um analista de desempenho pesaram. Roberto Drummond diz que Rogério não entende nada de futebol e que, em vez de ouvir suas opiniões, preferia indicar jogadores do Fortaleza. Será que Drummond entende mais que Rogério Ceni? Dificilmente.

Para Rogério, não adiantou ser campeão brasileiro. A torcida, acostumada com Jorge Jesus queria o que nunca mais terá, com Rogério ou sem Rogério: o combo título + futebol inesquecível.

Aceitou, mas não engoliu, o bicampeonato que veio com derrota no Morumbi e defesa salvadora de Cássio no Sul.

A bronca já vinha desde que Ceni deu pouca importância a garotos como Natan, Noga e Ramón. Ora, o que são garotos diante de um título? No caso de Ceni, muito. A ele, nada é perdoado.

É só ver a fixação de Arão na zaga e a fixação de Diego como volante. Foi importante para o título, mas execrada agora, a cada gol sofrido.

Rogério Ceni nunca vencerá um concurso de simpatia. É um cara pouco “gostável”. Quem o idolatra ou idolatrava é a torcida do São Paulo, que não gostou nada de comparações. Com maus resultados, com áudio vazado e com a sombra de Jesus, não é surpresa que tenha sido demitido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui