Piris da Motta herda camisa número 8 do Flamengo na Libertadores

O paraguaio foi escolhido como substituto de Gerson para herdar a camisa 8 durante a Libertadores da América.

Piris da Motta beijando troféu da Libertadores conquistado pelo Flamengo – Foto: Alexandre Vidal

COLUNA DO FLA: O Flamengo vive um turbilhão de emoções e acontecimentos, principalmente nas últimas semanas. Depois de vender Gerson e perder Diego Ribas como opção no meio, uma entre diversas baixas, o técnico Rogério Ceni também acabou não resistindo e foi desligado do cargo. Em meio a isso, o clube precisa se preparar para o primeiro compromisso das oitavas de final da Libertadores, marcado para próxima quarta-feira (21), na Argentina, e algumas mudanças foram já foram anunciadas.

A primeira alteração – e certamente a mais chamativa – envolve o retorno de Piris da Motta. O paraguaio foi escolhido como substituto de Gerson para herdar a camisa 8 durante a Libertadores da América. Além dele, Rodinei substitui Richard e Victor Gabriel entra no lugar de Pepê. Thiago Maia permanecerá com a 33. A informação foi divulgada inicialmente pelo jornalista Venê Casagrande.

Outros garotos da base também ganham chances: Pedro Arthur substituirá João Lucas e Igor Jesus entra no lugar de Lucas Bauru. A lista de inscritos é válida para os dois jogos das oitavas de final da Libertadores, contra o Defensa y Justicia, da Argentina. O primeiro encontro será, inclusive, na casa do adversário.

Antes de se preparar para encontrar o Defensa y Justicia, o Flamengo vai a campo buscar recuperação do Brasileirão contra a Chapecoense, no próximo domingo (11). A partida marcará o retorno do Maracanã aos torneios nacionais e está marcada para às 18h15 (horário de Brasília).