Pegar ou largar: Flamengo descarta ceder a chantagens de Renato Gaúcho

Caso o Flamengo sinta que há muitos entraves para o casamento, outras opções serão colocadas na listinha de prioridades do rubro-negro.

Renato Gaúcho – Foto: Divulgação

UOL: De olho em Renato Gaúcho para ser o treinador do Flamengo, o clube já definiu o ex-gremista como alvo, mas descarta ficar “na mão” do preferido.

A estratégia rubro-negra passa por ser rápido no gatilho e ter uma negociação rápida a ponto de já ter um novo comandante no jogo de quarta contra o Defensa y Justicia, pela Libertadores. Um papo entre a cúpula do Fla e o treinador está marcado para o final da tarde deste sábado.

Caso o Fla sinta que há muitos entraves para o casamento (como tempo de contrato, exigências e parte financeira, por exemplo), outras opções serão colocadas na listinha de prioridades do Rubro-negro.

O clube mapeia possibilidades, porém o otimismo pela chegada de Renato é enorme. Há a expectativa de que o acordo possa ser anunciado ainda hoje.

Apesar de uma resistência inicial, o ex-gremista é a bola da vez e o acordo é iminente. Renato nunca escondeu de ninguém o sonho de treinar o Fla e a chance está mais viva que nunca.

Parte desse nariz torcido para o treinador vem desde 2018, quando Landim e companhia venceram o pleito e iniciaram a gestão no Rubro-negro. Na época, o grupo do presidente teve acordo avançado com Renato, mas ele optou pela permanência no Grêmio e o Fla fechou com Abel Braga.

Alguns cardeais da política rubro-negra nunca esqueceram o “não”, guardaram uma ponta de mágoa, mas já se renderam aos fatos. A forra destes descontentes veio em outubro do mesmo ano, quando os rubro-negros golearam o Tricolor gaúcho por 5 a 0 e carimbaram o passaporte para a final da Libertadores.

Com Maurício Souza no comando, os rubro-negros encaram amanhã (11) a Chapecoense, às 18h15, no Maracanã, pelo Brasileiro. O time vem de duas derrotas seguidas e busca a reabilitação.