Renato Gaúcho custaria o triplo de Rogério Ceni ao Flamengo

Fato é que, se Renato viesse ao Flamengo, ele e sua equipe pediriam alto e o clube pensa em trazer reforços.

Renato Gaúcho rindo com jogadores do Flamengo – Foto: Reprodução

URUBU INTERATIVO: Recentemente, no podcast GE Flamengo, se discutiu bastante a respeito da introspecção de Rogério Ceni e do clima de velório nas entrevistas pós jogo. Em meio a discussão do treinador, o setorista Cahê Mota ressaltou o quão caro seria rescindir com mais um treinador e sua comissão.

Na berlinda graças aos maus resultados e ao desempenho insatisfatório, muito se fala sobre a possibilidade de Ceni ser demitido do Flamengo.

Um técnico espanhol foi especulado, sempre existe a sombra de treinadores como os treinadores de times pequenos como Bragantino e Fortaleza, de possíveis estrangeiros, e sempre de Jorge Jesus.

Dentro dessa conversa, Cahê, depois de ressaltar que em respeito aos profissionais não gosta de falar sobre valores monetários, afirmou que a comissão de Rogério custa aproximadamente um terço do valor que Renato Portaluppi custaria aos cofres do Flamengo, isso considerando os valores do Grêmio.

Fato é que, se Renato viesse ao Flamengo, certamente seria ainda mais caro, ele e sua equipe pediriam alto, e apesar do Flamengo ter fechado a venda de Gerson, se pensa em trazer reforços, para o meio, para a zaga e possivelmente para o gol, já que Neneca e Gabriel Batista não se firmaram.

Dentro desse cenário, arcar com rescisão de mais uma equipe técnica inteira e com novos contratados, não é convidativo. Ou se convive com a introspecção e timidez do treinador, ou se gasta um dinheiro já curto para pagar mais pessoas, sem falar que as soluções “caseiras” como Juan Pablo Vojvoda e Maurício Barbieri teriam que ter tempo para implementar seus trabalhos, e certamente teriam as mesmas imperfeições de início de trabalho de Ceni.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui