Indefinição de Ceni em relação a Ramon irritou a diretoria do Flamengo

Ceni convocou o jogador às pressas para se apresentar ao profissional e, no fim, quase o deixou de fora do banco de reservas.

Ramon, lateral-esquerdo do Flamengo – Foto: Alexandre Vidal

COLUNA DO FLA: O Flamengo encarou o Fluminense, no último domingo (04), na Neo Química Arena, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro foi derrotado por 1 a 0, e o resultado esquentou ainda mais o clima dos bastidores do Fla. Isso porque, antes mesmo da bola rolar, a diretoria questionou uma decisão de Rogério Ceni.

O jovem lateral esquerdo Ramon estava junto com o Sub-20, em Goiânia, onde o Flamengo enfrentaria o Atlético-GO, no mesmo domingo (04). No entanto, Ceni convocou o jogador às pressas para se apresentar ao profissional e, no fim, quase o deixou de fora do banco de reservas por opção da comissão técnica.

Sendo assim, essa situação criou uma capítulo a mais na novela de desgaste entre Ceni e diretoria do Flamengo. Isso porque, os dirigentes acharam desnecessária a logística feita para ter Ramon no profissional, não utilizar o atleta e ainda o tornar desfalque no compromisso do Sub-20. As informações foram inicialmente divulgadas pelo Globo Esporte.

Com a relação abalada, Ceni se vê na corda bamba e tem o jogo contra o Atlético-MG como ‘dia D’ do futuro. O duelo está marcado para quarta-feira (07), às 19h (horário de Brasília), no Mineirão, em Belo Horizonte, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui