Arthur Muhlenberg diz que Flamengo demorou para entender o jogo: “Foi burro”

Em grande parte do tempo, insistiu em tocar a bola de pé em pé, algo que era inviável com as condições do gramado.

Hugo Moura em Juventude x Flamengo – Foto: Alexandre Vidal

DIÁRIO DO FLA: Após a derrota Rubro-Negra, o gramado encharcado foi apontado como o principal culpado, mas um clube com o elenco do Flamengo, precisa saber encontrar alternativas para os contratempos em campo. O time criou apenas uma jogada de perigo ao gol adversário, em um chute de Pedro. Arthur Muhlenberg comentou sobre o desempenho do Mengão em sua rede social.

“O fato do Flamengo jogar normalmente tocando a bola não o exime de responsabilidade pela derrota quando encara um gramado ruim. Faz parte do jogo, não foi surpresa pra ninguém. O erro do Flamengo não foi conseguir se adaptar às condições do campo. Isso é tão óbvio”.

O técnico Rogério Ceni também não escapou da análise de Arthur. Após o apito final, Ceni falou em coletiva que a derrota foi em decorrência da grande chuva que alagou tudo. Justificou que a principal característica Rubro-Negra que é manter a posse, bons passes, foi muito prejudicada.

“Rogério Ceni vai ficar amarradão lendo a minha timeline. Se chover e o campo alagar ele pode escalar qualquer zé mané e mandar ao tempo jogar de qualquer jeito, a culpa nunca vai ser dele”.

O Mais Querido conseguiu entender que precisaria fazer um jogo diferente do que está acostumado. Em grande parte do tempo, insistiu em tocar a bola de pé em pé, algo que era inviável com as condições do gramado.

“O Flamengo foi burro. E no futebol a burrice, mais cedo ou mais tarde, é sempre punida. Não existe esse negócio de “a gente joga bem demais, não dá pra brincar assim”. Se o gramado tá ruim, o habilidoso que alaúde”.

Existem partidas que simplicidade precisa prevalecer. Fazer o básico. O futebol “bonito e vistoso” nem sempre vai ser o principal para sair vencedor. É preciso fazer a leitura do jogo, se adequar as condições do jogo.

“Flamengo precisa de uma readequação estética urgente. Não dá pra jogar bonito hoje, nesse campo tem que jogar feio. Gramado ruim, alagado, é uma das condições possíveis no futebol, tem nada de extraordinário. Além do mais é ruim pros duas vezes. Arrumem outro culpado”, finalizou Arthur Muhlenberg.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui