CBF pressiona e sugere que Pedro se apresente após o retorno de Gabigol

A CBF aceita que o atacante se reapresentasse depois da partida do dia 11 de julho, quando o Flamengo enfrenta a Chapecoense pelo Brasileiro.

Pedro em Flamengo x Fortaleza – Foto: Marcelo Cortes

O GLOBO: Diogo Dantas

A CBF sabe que Pedro não desistiu de disputar a Olimpíada, e aceitaria que o atacante só se apresentasse após o retorno de Gabigol ao Flamengo, quando estivesse encerrada a participação da seleção principal na Copa América.

Se o Brasil chegar à final do torneio, marcada para 10 de julho, Gabigol só retornaria ao Flamengo no dia seguinte. Para o clube não ficar sem os dois atacantes, a CBF aceitaria que Pedro se reapresentasse depois da partida do dia 11 de julho, quando o Flamengo enfrenta a Chapecoense pelo Campeonato Brasileiro. A apresentação dos convocados da seleção olímpica está marcada para 1º de julho.

O técnico André Jardine tem até o dia 30 de junho para alterar a lista de 18 convocados. Já há um jogador como opção para substituir Pedro. A CBF descarta enviar uma lista com apenas 17 nomes.

Enquanto isso, a entidade não respondeu ao processo movido pelo Flamengo no STJD, em que o clube pede que Pedro tenha o nome retirado do sistema de convocados, para que fique à disposição a partir do período em que a seleção se apresentar. O clube não quer liberar o jogador pelo fato de o torneio olímpico de futebol não se tratar de data Fifa.

Na quarta-feira, Pedro se revoltou ao ser substituído por Rogério Ceni na vitória sobre o Fortaleza, chutando copos de água e arremessando longe suas caneleiras ao sentar no banco. O técnico indicou que a fúria se deu por influência da não liberação para a disputa de Tóquio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui