Rogério Ceni pede calma com Thiago Maia: “A lesão não foi simples”

O camisa 33 acabou não entrando em campo contra o Fortaleza. Depois do duelo, Rogério Ceni explicou o porquê de não ter utilizado o jogador.

Thiago Maia – Foto: Alexandre Vidal

COLUNA DO FLA: O Flamengo venceu o Fortaleza por 2 a 1 na última quarta-feira (23), no Maracanã, em jogo válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Na noite em que o Mais Querido se despediu de Gerson, o volante Thiago Maia voltou a ser relacionado após mais de sete meses se recuperando de lesão. O camisa 33, no entanto, acabou não entrando em campo. Depois do duelo, em entrevista coletiva, Rogério Ceni explicou o porquê de não ter utilizado o jogador.

— Não é um jogador para fazer a função do Gerson, que como ele ninguém faz, é diferenciado, mas o Thiago é um jogador que a diretoria insistiu após a lesão. Queria ter colocado no jogo, mas a lesão dele não é simples, é complexa, e em um jogo tão disputado, físico na parte final, achei melhor preservar para uma nova oportunidade. Conto muito com o Thiago para usar nesta posição que o Gerson nos deixa hoje. Mas as pessoas têm que ter um pouco de calma, porque a lesão não foi simples, disse.

Thiago Maia não entra em campo desde o dia 14 de novembro de 2020, quando sofreu uma entorse no joelho no duelo contra o Atlético-GO. Depois disso, devido à gravidade da lesão, o volante passou por uma cirurgia de reparação ligamentar e um longo processo de recuperação.

Sem Gerson, vendido ao Olympique de Marselha, o Flamengo tem Thiago Maia como opção para o próximo compromisso. No domingo (27), o Rubro-Negro enfrenta o Juventude, pela sétima rodada do Brasileirão, a partir das 11h (horário de Brasília), no Estádio Alfredo Jaconi.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui