Márcio Tannure diz que Thiago Maia ainda está longe do ideal: “Ainda existem algumas etapas”

O chefe do departamento médico do Flamengo explicou a situação do jogador, afirmando que ainda há etapas para que Thiago recupere a plena forma.

Thiago Maia – Foto: Alexandre Vidal

COLUNA DO FLA: O volante Thiago Maia sofreu uma grave lesão em novembro de 2020 e está fora de ação desde então. Nesta semana, ele voltou a treinar sem restrições, junto ao elenco, e foi relacionado para a partida contra o Fortaleza, no entanto, não saiu do banco de reservas durante a vitória por 2 a 1. Para sanar as dúvidas, o Dr. Marcio Tannure, chefe do departamento médico do Flamengo, explicou a situação do jogador, afirmando que ainda há etapas para que Thiago recupere a plena forma.

– Como a gente já tinha dito anteriormente, foi uma lesão grave, complexa, que havia um prazo de oito a dez meses para retorno. Então, apesar de, clinicamente, o atleta estar muito bem, a gente tem que lembrar que não tem nem sete meses desde a lesão. Isso nos deixa feliz por conseguirmos antecipar um pouco esse prazo de retorno, porém, ainda existem algumas etapas para ele estar 100% pronto para o retorno –, disse o médico, antes de completar: – É óbvio que um atleta que fica sete meses parado precisa iniciar gradualmente para ir se condicionando e ir botando ações de jogo, para que a musculatura, a articulação e o joelho se adaptem à demanda do jogo, que é diferente da demanda de um treinamento. A gente começa com poucos minutos no primeiro jogo, e no outro tenta colocar mais minutos, até que ele chegue numa condição física e técnica de atuar 90 minutos. Uma lesão com esse nível de gravidade, a gente tem que voltar de maneira gradual. Pode ser que ele tenha uma fadiga, isso gera um desequilíbrio. Pode ser que a gente tenha que poupar, para que a gente possa ir reequilibrando. Esse feedback a gente só consegue quando ele for jogando, realmente. É óbvio que, se ele está sendo relacionado, é porque ele já cumpriu as etapas de treinamento e está pronto para as novas etapas. Isos nos dá segurança para que ele seja relacionado e inicie essa nova etapa, de forma gradual, sempre acompanhando o controle de carga dele, para ver como ele se recupera de um jogo para outro.

Vale destacar que a expectativa pelo retorno de Thiago ganhou um motivo a mais: o volante Gerson, titular absoluto e pilar do Flamengo nos últimos anos, se despediu da equipe na última quarta-feira (23), para ir ao Olympique de Marselha, seu novo clube. Com isso, fica uma lacuna a ser preenchida no meio campo do Fla. Para o próximo jogo, contra o Juventude, a tendência é que o jovem João Gomes assuma a titularidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui