Comentarista diz que Ceni errou ao não realizar substituições: “Não tem como passar pano”

Paula Mattos criticou a postura de Rogério Ceni diante do estado físico dos jogadores na segunda etapa contra o Bragantino.

Rogério Ceni – Foto: Alexandre Vidal

COLUNA DO FLA: No último sábado (19), o Flamengo perdeu para o RB Bragantino por 3 a 2 e deu adeus aos 100% de aproveitamento no Brasileirão. Embora tenha feito boa partida, o Mais Querido pecou nas finalizações e foi castigado com um gol do adversário no último lance do jogo. Após o confronto, Paula Mattos, comentarista do Coluna do Fla, criticou a postura de Ceni diante do estado físico dos atletas na segunda etapa.

– Não tinha banco, não tinha. Mas nos últimos jogos também não tinha, porque a gente já está com os desfalques para a Copa América há algum tempo. A gente não pode falar ‘ah não tinha banco’ porque era o mesmo banco dos últimos jogos. O Flamengo estava totalmente sem meio de campo. Faz falta o desfalque? Faz, é obvio que faz. Mas a gente sempre fala, o João Gomes é uma realidade nesse time.

– Precisava tentar oxigenar o time, quando não vai na técnica, vai na raça. Quando a gente fala de cria, os garotos entram comendo a bola, podem até não ter técnica, mas vão correr, vão tentar fazer alguma coisa. Ele nem tentou oxigenar o time. Ele não usou porque ele não quis, não quis tentar. Não tem como passar pano para o Rogério.

A fim de virar rapidamente a página, o Mais Querido foca suas atenções no próximo compromisso, válido pelo Brasileirão. Assim, o Flamengo enfrenta o Fortaleza nesta quarta-feira (23), às 19h (horário de Brasília), no Maracanã.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui