CBF deve mais de um mês de salários ao Flamengo por convocações

Desde a apresentação de Everton Ribeiro e Gabigol para as Eliminatórias da Copa do Mundo, a dupla chegará a um total de 44 dias com a Seleção.

Atacante Gabigol na Seleção Brasileira – Foto: Lucas Figueiredo

COLUNA DO FLA: Faz tempo que o Flamengo e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) vivem bastidores conturbados no cenário do futebol nacional. Em meio a isso, com Everton Ribeiro e Gabigol cedidos à Seleção para a disputa da Copa América 2021, o Mais Querido vê a entidade descumprir a ‘Lei Pelé’.

Como lembrou o Uol Esporte, a Lei Pelé, no artigo 41, estabelece em seu primeiro parágrafo: “A entidade convocadora indenizará a cedente dos encargos previstos no contrato de trabalho, pelo período em que durar a convocação do atleta, sem prejuízo de eventuais ajustes celebrados entre este e a entidade convocadora”.

Sendo assim, a Confederação Brasileira de Futebol deveria pagar um mês e meio do salário dos jogadores convocados. Isso porque, desde a apresentação de Everton Ribeiro e Gabigol para as Eliminatórias da Copa do Mundo, a dupla chegará a um total de 44 dias com a Seleção Brasileira – caso a equipe chegue até a final da Copa América. Vale ressaltar que, entre um torneio e outro, houve dois dias de ‘folga’.

Apesar disso, no entanto, de acordo com o Uol Esporte, a entidade não paga nada aos atletas e os clubes é quem arcam com os ‘custos’ mesmo em meio ao período que são desfalcados. A diretoria rubro-negra chegou a cobrar os valores, mas a confederação ignorou.

Descumprindo a Lei Pelé de forma rescindente, dirigentes do Flamengo entendem que o único jeito seria uma cobrança no STJD, todavia, não houve pleito para resolver a situação. Cabe destacar que, além de ser dever da CBF arcar com os salários dos jogadores convocados, a entidade deveria seguir o mesmo protoloco em caso de contusão de algum atleta.

Pela lei, o período de convocação se estende até que o jogador esteja apto a jogar pelo time que detém seus direitos. Pedro, por exemplo, serviu à Seleção Olímpica e voltou com Covid-19. Sendo assim, na teoria, o jogador está à serviço do Brasil até que possa entrar em campo novamente pelo Fla. Apesar de ter se recuperado da doença, o atacante teve somente um dia de treinamento e segue desfalcando o Mais Querido neste sábado (19), contra o Red Bull Bragantino, às 21h (horário de Brasília).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui