“O Flamengo está muito melhor na bola parada”, destaca Fábio Luciano

O ex-zagueiro falou sobre o desempenho da equipe diante do Coritiba e afirmou que o time não teve o bom desempenho que está acostumado.

Gustavo Henrique e Willian Arão comemorando gol com jogadores do Flamengo – Foto: Alexandre Vidal

DIÁRIO DO FLA: O Flamengo venceu o Coritiba nesta quinta-feira, por 1 a 0, no Couto Pereira, em jogo válido pela Copa do Brasil. No programa Sportcenter, da ESPN, o ex-zagueiro Fábio Luciano falou sobre o desempenho da equipe rubro-negra na partida e afirmou que o time não teve o bom desempenho que está acostumado. Confira análise completa da vitória do Mengão no Couto Pereira.

“O Flamengo no primeiro tempo, mesmo com a posse de bola, criando algumas chances de gol, não foi aquele time intenso que estamos acostumados a ver. Faltou ser aquele time que marca muito forte, que sai em velocidade. O próprio gol saiu de uma bola parada. O primeiro tempo até foi bom, teve um gol mal anulado ao meu ver no passe do Bruno Henrique pro Rodrigo Muniz, mas no segundo tempo abaixou um pouquinho a intensidade, mas pelos 90 minutos mereceu sim a vitória”, disse Fábio, antes de comentar sobre a atuação da zaga da equipe.

“O Flamengo está muito melhor na bola parada, que era um problema para a zaga. Parece que os jogadores estão melhores posicionados, mais concentrados e dentro dos 90 minutos, os jogadores de defesa estão errando menos. A confiança é outra, até mesmo o Gustavo Henrique que estava errando coisas bobas, já não erra mais. A tendência é que eles joguem cada vez melhor”, concluiu.

Quem também comentou sobre o Fla foi o jornalista Leonardo Bertozzi, que perguntado sobre a possibilidade de João Gomes ser o novo substituto do Gerson foi bem objetivo na resposta:

“Tem que evitar comparações. O Gerson tem a história dele, foi muito importante, mas o João Gomes tá começando agora. O que vai ajudar muito ele é jogar ao lado do Diego. Jogando ao lado do camisa 10, vai ajudar bastante no desempenho e na adaptação do João. Eles podem ter características que se completam, então eu vejo o João Gomes como um futuro”, afirmou Bertozzi.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui