Ocupado para Copa América, Flamengo desiste de jogos em Brasília

O planejamento inicial era enfrentar Coritiba e América-MG no Mané Garrincha, prolongando o período livre do Maraca para tratamento da grama.

Estádio Mané Garrincha, em Brasília – Foto: Divulgação

GLOBO ESPORTE: Não é só nos desfalques de jogadores que a Copa América afeta os planos do Flamengo nesta altura da temporada. A disputa entre seleções no Brasil frustrou a expectativa de dar folga ao gramado do Maracanã para melhorias. Com isso, o clube manteve para o estádio os duelos contra o América-MG, domingo, pela terceira rodada do Brasileirão, e o Coritiba, dia 16, pela volta da terceira fase da Copa do Brasil.

O planejamento inicial incluía o remanejamento desses dois jogos para o Mané Garrincha, em Brasília, prolongando o período livre do Maraca para tratamento da grama, que tem dificuldade de tratamento por condições climáticas nesta época do ano. Como o estádio de Brasília será utilizado na Copa América, a transferência ficou impossibilitada.

O Maracanã será palco da final da competição, mas ainda não houve qualquer acordo com a Conmebol para que o estádio fosse liberado para uso exclusivo da entidade. As partes começaram a conversar nesta segunda-feira para traçar o planejamento.

O Flamengo chegou a cogitar mandar as duas partidas em uma praça mais próxima, com logística prática e gramado bom. Volta Redonda e Cariacica entraram em pauta, mas não houve avanços. Em conversas com a gestão do Maracanã, ficou decidido que os jogos fossem mantidos na praça original.

A promessa é de que o estádio já apresente melhores condições de gramado depois de praticamente 11 dias sem compromissos. O último foi entre Fluminense e Bragantino, dia 2, pela Copa do Brasil. O problema, no entanto, está na sequência.

Depois de Flamengo x América-MG, o Maraca receberá três jogos em quatro dias: Flamengo x Coritiba, dia 16, pela Copa do Brasil; Fluminense x Santos, dia 17; e Flamengo x Bragantino, dia 19, ambos pelo Brasileirão. A maratona é apontada como um dos principais motivos para o desgaste do gramado.

No final de abril, a gestão do Maracanã divulgou o plantio de uma grama de inverno e chegou a informar que visualmente o aspecto não ficaria no verde habitual, mas que as condições para jogar futebol seriam as ideias. Um mês depois, porém, novas críticas foram feitas, principalmente pelo técnico do Palmeiras, Abel Ferreira, antes do duelo com o Flamengo, pela 1ª rodada do Brasileirão.

A área do setor Norte das arquibancadas é nitidamente mais prejudicada do que a do setor Sul, e uma das explicações é o fato de não bater sol na região nesta época do ano. Para isso, o Maracanã faz uso de iluminação artificial.

Com os olhares voltados para o gramado, o Maracanã recebe Flamengo x América-MG, domingo às 20h30 (de Brasília), pela terceira rodada do Brasileirão.