Eugênio Leal critica falta de coerência do Flamengo em caso de punição a jogadores

Gabigol e Michael no Flamengo – Foto: Marcelo Cortes

DIÁRIO DO FLA: Eugênio Leal criticou a atitude do Flamengo em respeito a irresponsabilidade de alguns jogadores do time. Na visão do comentarista, o clube erra ao não se posicionar e acredita que os atletas da instituição devem dar exemplo aos seus torcedores.

“Eu cobrei e a gente cobrou. A gente falou sobre a necessidade de um posicionamento do Flamengo que nunca aconteceu diante das irresponsabilidades cometidas pelos jogadores de destaque como Gabigol e como o Arrascaeta. Muito do Gabigol porque além de tudo estava em um cassino clandestino né, algo que é contra a lei. Agora, o jogador não chegar, tem um treino, tem a viagem, aí eu acho que cabe a punição. Não discordo da punição a quem chega atrasado, mas vou continuar dizendo que o Flamengo erra ao não se posicionar quanto a atitude extra campo numa pandemia de seus jogadores que são reflexo, espelho, ídolos e que podem influenciar. A impressão que dá é que o Flamengo concorda com isso e até apoia esse tipo de postura quando ele não se posiciona, quando ele minimamente não dá uma nota oficial dizendo que não concorda. Algo que o Flamengo nunca fez, muito pelo contrário”, disse Eugênio Leal em programa da ESPN.

O Gabriel se envolveu em uma polêmica no inicio deste ano ao ser flagrado em um cassino clandestino durante a pandemia. O atacante foi obrigado a pagar 110 mil reais pela aglomeração e não recebeu multa do Flamengo. Arrascaeta também já faltou a treino no clube por conta de atraso de voo. Michael não participou do treino da última quarta-feira.