Rodrigo Muniz recusa proposta salarial e trava negociação com clube belga

A negociação do Genk, da Bélgica, com o Flamengo, por Rodrigo Muniz, ganhou mais um capítulo nesta quarta-feira (26). Isso porque, o time europeu, após chegar a um acordo com o Rubro-Negro, não conseguiu ‘seduzir’ o atacante e seu estafe ao apresentar os números dos vencimentos mensais, e o negócio travou. A informação foi divulgada primeiramente pelo jornal ‘O Dia’.

Os números da proposta salarial a Rodrigo Muniz não foram revelados, porém segundo apuração do jornal a oferta foi de “apenas” 25% do que os empresários do jogador acham justo para a transferência ser sacramentada. Contudo, as conversas parecem estar longe de acabarem, visto que o Genk pretende aumentar o montante para ficar com o jovem.

Há quase um mês, os belgas fizeram a primeira proposta oficial ao Flamengo por Rodrigo Muniz. De lá para cá, ao todo foram quatro ofertas pelo atleta. A última, que foi aceita pelo Clube da Gávea, foi com os seguintes números: 2,5 milhões de euros à vista + 1,5 milhões de euros + duas parcelas de 500 mil euros por metas em contrato. Em suma, a operação, caso tudo corra dentro do planejado, pode chegar a 5 milhões de euros, cerca de 33 milhões de reais na cotação atual.

O Mengo, vale destacar, é dono de 50% dos direitos econômicos de Rodrigo Muniz, e o Desportivo Brasil detém o restante. Desse modo, a cúpula flamenguista teve de negociar com o clube paulista uma divisão de tais direitos. Depois de alguns dias de conversa, o seguinte acordo foi estabelecido:

– Flamengo ficaria com 70% do valor da venda (R$ 23,1 milhões);
– Desportivo Brasil ficaria com 30% do montante da operação (R$ 9,9 milhões)
– Flamengo teria direito a 20% de “mais valia” em uma futura venda de Rodrigo Muniz

Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Com Flamengo e Desportivo Brasil apalavrados, o Genk realizou a proposta salarial a Muniz que, como já citado, recusou. O jogador e sua família não descartam um acerto com o clube, porém os belgas terão de aumentar os valores se quiserem ficar com o Cria do Ninho.

Fonte: Coluna do Fla

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui