“Não tenho vergonha de ser reserva dos quatro melhores atacantes do Brasil”, diz Michael

O jogador do Flamengo comentou sobre sua participação no Carioca, após abrir mão de parte das férias para voltar a treinar antes dos demais.

DIÁRIO DO FLA: Na noite desta segunda-feira (24/05), foi ao ar no Canal “Gustavo Henrique Dando Choque”, no YouTube, uma entrevista com o atacante do Flamengo, Michael, que conquistou o título do Campeonato Carioca no último sábado. O jogador comentou sobre sua participação na competição, inclusive falou sobre abrir mão de parte das férias para voltar a treinar antes dos demais e ingressar na equipe até então sub-20, que estava disputando o estadual até o elenco principal retornar. Segue a baixo trechos da entrevista do atleta.

Confiança
“Fiquei muito feliz pela vitória, pelo título. O título veio para coroar o bom trabalho que a gente tem feito e quando eu pedi para voltar antes foi isso, a conquista foi para coroar essa entrega que a gente vem exercendo. As vezes tem erros, como também tem acertos, na vida é assim, infelizmente ninguém é perfeito. A cada dia que passa vou ganhando mais confiança, ganhando jogos e todos nós ficamos felizes”, disse o camisa 19.

Adaptação
“Críticas todo mundo vai receber, só que você tem que saber lidar com elas, usar elas como motivação e uso isso todos os dias para me motivar, vir trabalhar e dar meu máximo para que eu possa ajudar o Flamengo a ganhar mais jogos e mais títulos. Esses jogos para mim foram de muita importância, porque me fez resgatar a confiança que estava bem baixa. A cada dia que passa estou me habituando, me adaptando mais ao clube e estou feliz aqui e em momento nenhum demonstrei insatisfação. Eu gosto de estar aqui, estou feliz aqui”, afirmou o atacante.

Foco
“Meu maior foco é ajudar, seja em campo ou fora. Sou um cara que eu amo ganhar. Minha mentalidade é de uma pessoa vencedora, seja no par ou ímpar, em qualquer coisa eu quero ganhar. O mês de junho será difícil pela sequência de jogos que teremos, mas eu estou preparado para isso. Trabalho e me dedico todos os dias para ‘chegar lá’, então se eu vou ter mais oportunidade ou não, não cabe a mim, mas trabalho para isso e sempre que o Flamengo precisar estarei ali para ajudar e me entregar pelo Flamengo”, declarou.

Títulos
“Quando eu cheguei aqui no Flamengo eu tinha um Campeonato Goiano, e aqui eu consegui Supercopa, Recopa, Brasileiro, Carioca e eu gostei muito de ser campeão, então quero ser mais, quero ter mais títulos e o Flamengo pensa grande, o Flamengo é grande e fico muito feliz em ajudar e espero ajudar muito mais ainda”, comentou.

Titularidade
“Já disse isso e não tenho vergonha de falar: hoje eu sou reserva dos quatro melhores atacantes do Brasil. Se eu estou no banco, uso eles como espelhos, eu aprendo com eles muita coisa. Eu sei da minha qualidade, eu sei o quanto eu posso entregar, mas também sei respeitar meus colegas. Hoje eu estou aqui no banco, mas nada me impede de amanhã eu ser titular”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui