Jonas revela que Jorge Jesus tentou levá-lo ao Flamengo: “Deu vontade”

Jonas valorizou a nova estrutura do Mais Querido e, principalmente, o treinador português que, para ele, foi o responsável por sua melhor fase em Portugal.

COLUNA DO FLA: O Flamengo de 2019, certamente, é um dos melhores, senão o melhor time brasileiro do século XXI. Com seu futebol vistoso e ofensivo, os comandados de Jorge Jesus encantaram e venceram praticamente tudo que disputaram. No entanto, o Mais Querido poderia ter ficado ainda mais forte, caso um atleta que atua no futebol europeu atendesse ao pedido do Mister. Isso porque, em entrevista ao Sportv, o atacante Jonas revelou o ‘recrutamento’ do português.

De acordo com o blog ‘Futebol&Cultura&Vice-Versa’, o programa ‘Boleiragem’ vai ao ar neste domingo (09), nos canais Sportv. Nele, o atacante do Benfica revela que, logo no início do trabalho de Jorge Jesus no Flamengo, ele recebeu um convite para vestir o Manto Sagrado. Sobre a sondagem, Jonas valorizou demais a nova estrutura do Mais Querido e, principalmente, o treinador português que, para ele, foi o responsável por sua melhor fase em Portugal.

– E não deu uma coceira, uma vontade de voltar ao Brasil para jogar no time mais popular do país, agora com estrutura, bom elenco e salários em dia? Realmente, um convite desses é difícil recusar. Ainda mais vindo do Jorge Jesus, que trabalhou comigo no Benfica e a quem eu credito muito da minha boa fase em Portugal. Muito mesmo – disse.

Apesar da vontade, no entanto, Jonas conta que recusou a proposta do Mister. Isso porque, naquele momento, o atacante já estava em fim de carreira e, segundo as aspas do programa, revelou algo que quase ninguém sabia a Jorge Jesus. Na ocasião, o atleta convivia com lesões e já não aguentava mais entrar em campo. Dessa forma, o único clube pelo qual o jogador poderia se aposentar seria o Benfica, uma paixão ‘a primeira vista’.

– Quando o Jesus me telefonou, eu acabei adiantando para ele uma decisão minha que poucos sabiam. O meu problema na lombar estava insuportável, eu acabava os jogos muito quebrado, quase não conseguia andar. E, junto com a diretoria do Benfica, resolvi abreviar minha carreira. E, com todo o respeito ao Flamengo, eu só poderia pendurar as chuteiras num clube. O Benfica, que virou minha maior paixão – completou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui