Pedro assume protagonismo, marca três, e Fla abre larga vantagem em semi contra o Volta Redonda

COLUNA DO FLA: Neste sábado (01), Flamengo e Volta Redonda entraram em campo pelo primeiro jogo da semifinal do Campeonato Carioca. O confronto foi disputado no Raulino de Oliveira, às 21h05 (horário de Brasília). Com o time misto, o Mais Querido foi em busca de uma vitória para garantir vantagem na briga pela vaga na grande final do Cariocão.

O JOGO:

O Flamengo teve a primeira chance aos 25 segundos. Matheuzinho fez bela jogada e serviu Vitinho, que tabelou com Pedro. O atacante, no entanto, adiantou um pouco demais a bola e perdeu a oportunidade de abrir o marcador.

Aos cinco minutos, Pedro recebeu uma linda bola de Vitinho, e desperdiçou um gol feito. Na cara do zagueiro adversário, o camisa 21 demorou a finalizar e acabou sendo desarmado.

O Mengo teve bom começo de primeiro tempo e jogou da forma que sabe: pressionando o adversário e buscando o placar. O Voltaço, por sua vez, tentava encontrar espaços para encaixar o contra-ataque,

Aos 20, uma chegada perigosíssima do Flamengo com Everton Ribeiro. O camisa 7 finalizou da entrada da área e a bola tirou tinta da trave. No lance seguinte, o Mengo perdeu um gol INACREDITÁVEL. Pedro não dominou bem, mas Hugo Moura aproveitou a sobra e serviu a Everton Ribeiro, que desperdiçou mais uma grande oportunidade.

O Flamengo, que perdeu um caminhão de gols nos minutos iniciais, aos 32, quase viu o Volta Redonda abrir o placar. Diego Alves fez uma defesa SENSACIONAL e salvou o Mais Querido.

Na reta final, Vitinho protagonizou duas boas oportunidades pelo Flamengo. O camisa 11 tabelou com Pedro e conseguiu grande jogada, colocando a bola na área, mas parou na defesa adversária, que deu rebote. Na sobra, Matheuzinho finalizou, mas a bola desviou em Pedro e foi para fora. No lance seguinte, de novo Vitinho: o atacante dominou de fora da área e bateu, mas foi travado.

A primeira etapa foi bem movimentada. O Flamengo, que dominou o confronto, teve 66% de posse de bola, 208 passes certos, nove finalizações e quatro escanteios. O Mais Querido teve grandes chances de abrir o placar, mas desperdiçou as oportunidades.

Sem alterações para o segundo tempo, o Rubro-Negro compensou os gols perdidos na etapa inicial balançando as redes logo aos cinco minutos. Michael fez uma jogada linda pela direita e serviu a Pedro, que só teve o trabalho de mandar para o fundo do gol. Flamengo 1 a 0. No lance seguinte, mais uma assistência do camisa 19 para Pedro Guilherme, e o Mengo ampliou o marcador. 2 a 0.

O Volta Redonda não demorou a responder e, aos 13 minutos, teve a chance de diminuir a vantagem o Mengo, mas parou em duas boas defesas de Diego Alves.

Aos 15, dupla substituição de Ceni: saíram Everton Ribeiro e Willian Arão para as entradas de Bruno Henrique e Bruno Viana. No lance seguinte às alterações, Renê quase entregou o ouro e complicou a vida do Flamengo que, por pouco, não sofreu um gol.

Em meados da etapa final, o Flamengo ficou um pouco desatento e viu o Volta Redonda oferecer perigo. Com o cenário do jogo, Ceni não demorou a fazer mais duas substituições e tirou João Gomes e Michael para as entradas de Diego e Arrascaeta.

As entradas de Diego e Arrascaeta deram outra cara ao Flamengo, que estava disperso. E na sua primeira participação na partida, o uruguaio mais amado do Brasil deu um lindo passe para Bruno Henrique, que não conseguiu concluir a jogada. Aos 33, última substituição de Rogério Ceni, que tirou Vitinho para a entrada de Rodrigo Muniz.

Apesar das substituições, o Flamengo criou pouco no segundo tempo e viu o Volta Redonda buscar o resultado ate o final. No entanto, a genialidade de Arrascaeta brilhou nos acréscimos e, no melhor estilo ‘faz e me abraça’, o camisa 14 deixou Pedro na cara do gol, que só precisou mandar pras redes. Mengo 3 a 0 e fim de papo no Raulino de Oliveira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui