Fla não para em Natan e sinaliza venda de mais um jovem: “R$ 16,6 milhões na mão”; cláusula contratual ajuda diretoria

O Rubro-Negro quer acertar mais vendas para pensar seriamente em reforços pontuais; um jovem que está emprestado não voltará ao clube

FOTO: DIVULGAÇÃO

 A torcida do Flamengo está começando a se empolgar com o time de Rogério Ceni nessa temporada. Contra o Madureira, além do placar elástico de 5 a 1, a equipe jogou um belo futebol, foi dominante durante boa parte dos 90 minutos e vai para o jogo contra o Palmeiras muito confiante para levantar mais uma taça, o que virou costume desde 2019.

Nessa quarta-feira (07), o jornalista Venê Casagrande informou que uma proposta de um clube dos Emirados Árabes chegou à mesa do Mengão para a venda do atacante Vitor Gabriel. A oferta aconteceu em março e os valores giravam em torno de 1,8 milhão de euros (R$ 12 milhões na cotação atual).

O Flamengo chegou a topar fazer negócio, mas o Braga-POR recusou. Os portugueses já disseram que irão realizar a opção de compra em junho para ter o jovem artilheiro de forma definitiva. Um detalhe interessante é que o Flamengo tem tudo para embolsar 2,5 milhões de euros (R$ 16,6 milhões) no negócio.

Vale ressaltar, que essa pessoa do Flamengo também me disse: A opção de compra, embora esteja avaliada em R$ 10 milhões, pode receber mais por conta de metas que o jogador pode bater e muitas já foram batidas e, com isso, a opção de compra se tornaria 2,5 milhões de euros”, informou o repórter Venê Casagrande.

Com mais uma provável venda após o zagueiro Natan, o Flamengo segue enchendo os cofres de dinheiro para bater o orçamento. Assim, irá abrir espaço para buscar reforços pontuais pedidos pelo técnico Rogério Ceni. Nomes são analisados internamente entre os dirigentes e o comandante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui