Sampaoli erra feio em coletiva e não tira Bruno Henrique da cabeça: “Me tirou um título pelo Flamengo”

Em entrevista à frente do Olympique de Marselha, técnico argentino se confundiu ao querer falar de Luis Henrique, seu pupilo, e acabou sobrando para o camisa 21 do Mengão. Nação riu demais da situação constrangedora

Foto: Pedro Souza / Atlético / Divulgação

O interesse do Ajax no goleiro Hugo Souza vem esquentando os bastidores do Flamengo em meio à pandemia de Covid. A janela de transferências internacionais na Holanda só reabre em junho, o que dá tempo para os “scouts” do clube de Amsterdã obterem todos os dados possíveis do jovem rubro-negro, que recentemente renovou seu contrato até dezembro de 2025.

De acordo com o colega Venê Casagrande, do jornal O Dia, os ‘scouts’ do Ajax procuraram saber nas últimas horas se Hugo jogará contra o Resende, nesta sexta-feira (19), pela Taça Guanabara. Os holandeses tinham passagem emitida para viajar ao Rio para observá-lo de perto, mas a piora da pandemia da Covid-19 no Brasil fez com que desistissem de embarcar.

O Ajax não tem pressa, pois a janela de transferências internacionais na Holanda só abre no meio do ano. Enquanto isso, ainda da Europa, uma outra notícia fez a Nação ficar bem atenta nas redes sociais. E envolvendo o velho conhecido Jorge Sampaoli, que andou enfrentando várias vezes o Mengão por Santos e depois Atlético-MG.

FOTO: THIAGO RIBEIRO/AGIF

No último mês, Sampaoli aceitou proposta para comandar o Olympique de Marselha, onde atua o atacante Luis Henrique, revelado pelo Botafogo. Nos primeiros jogos à frente do clube francês, o técnico viu o brasileiro contribuir com assistências, animando o início do projeto. O problema é que, em entrevista coletiva nesta quinta (18), o comandante argentino “trocou as bolas”. 

Em vez de se referir a Luis Henrique, Sampaoli o confundiu com Bruno Henrique, do Flamengo e que vem andando bem assediado no mercado. “Eu já conhecia o Luis Henrique do Brasil. Ele me tirou um título jogando pelo Flamengo”, disse o técnico, que foi vice-campeão brasileiro em 2019 com o Santos, atrás somente do Mengão. 

Obviamente que a torcida rubro-negra tirou onda do técnico, que esteve cotado para assumir o comando do Flamengo na virada de 2020. À época, Jorge Jesus já era assediado pelo Benfica e o argentino estava livre no mercado após rescindir com o Peixe. No fim, acabou indo para o Atlético-MG. 

Fonte: Bolavip

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui