Polícia do Rio investiga suspeita de fraude no passaporte esportivo de Pedro

FOTO: DIVULGAÇÃO

A Polícia Civil do Rio investiga se o passaporte esportivo do atacante Pedro, do Flamengo, foi fraudado pelo Bangu. No mês passado, o jogador foi depor na Delegacia de Defraudações sobre o caso. Os policiais suspeitam que o clube foi inscrito no documento de forma fraudulenta. Segundo o passaporte esportivo emitido pela CBF, o atacante atuou por um ano e oito meses, de agosto de 2011 até abril de 2013, no time de Moça Bonita.

O documento investigado pela Polícia Civil serve de referência para o pagamento do mecanismo de solidariedade, uma espécie de gratificação criada pela Fifa para incentivar a formação de atletas. A entidade que controla o futebol no mundo estipula que 5% do valor do contrato sejam transferidos aos clubes pelos quais o atleta passou nas categorias de base.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui