Liberado! Gabi não precisará cumprir suspensão contra o Palmeiras na Supercopa

Crédito foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Para a final da Supercopa do Brasil, entre Flamengo e Palmeiras, no dia 11 de abril, Gabriel Barbosa era dúvida, uma vez que o atacante recebeu o terceiro cartão amarelo na última rodada do Campeonato Brasileiro, contra o São Paulo. 

No entanto, o Globo Esporte divulgou nesta segunda-feira (8), que Gabi poderá jogar. Isso porque, o Regulamento Geral de Competições, no terceiro parágrafo do artigo 48, indica que esse tipo de suspensão automática se torna extinto com o fim do torneio ou com a participação do clube em uma competição de caráter eliminatório.

  • Art. 48 – O atleta ou membro de comissão técnica que forem expulsos de campo ou do banco de reservas ficarão automaticamente impedidos de serem relacionados para a partida subsequente, independentemente do mérito e da data da decisão em que a infração disciplinar for julgada pelo STJD.
  • § 1º – Considera-se membro da comissão técnica, para os efeitos deste RGC, o treinador, o assistente técnico do treinador, o preparador físico, o médico, o massagista e o treinador de goleiros.
  • § 2º – Se o julgamento ocorrer após o cumprimento da suspensão automática, sendo o atleta ou membro da comissão técnica suspenso, deduzir-se-á da pena imposta a partida não disputada em consequência da expulsão.
     
  • § 3º – Os impedimentos automáticos referidos no caput deste artigo e no art. 47 deste RGC consideram-se extintos se findada a competição ou a participação do Clube em uma competição de caráter eliminatório.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui