Diego revela inspiração em Pirlo para jogar como volante

Com a chegada de Rogério Ceni ao Flamengo, Willian Arão foi deslocado para a zaga e o meia assumiu a função de volante.

O DIA: Quando chegou ao Flamengo, em 2016, o meia Diego Ribas passou quase três temporadas sem um título de expressão com o Rubro-Negro. No entanto, essa escrita foi mudada nos dois últimos anos. Com dois Brasileirões e uma Libertadores, o atleta virou símbolo de uma geração vitoriosa do clube carioca. O último título teve participação ainda maior do camisa 10 da Gávea.

Se em 2019, quando o Flamengo faturou a Libertadores e o Brasileirão, Diego passou a maior parte da temporada lesionado, nesta, a história foi diferente. Com a chegada de Rogério Ceni, Willian Arão foi deslocado para a zaga e o meia assumiu a função de volante, sendo peça fundamental para o título brasileiro conquistado na última semana. Diego falou sobre o assunto.

“Quando eu estava na Itália, em um encontro casual com o Seedorf, ele me disse que achava que eu estava jogando na posição errada, que ele achava que eu tinha que recuar, jogar mais como o Pirlo. Eu guardei aquilo e sempre pensei nessa possibilidade. O Pirlo é uma inspiração para essa mudança”, disse Diego Ribas, em entrevista ao ‘Bem Amigos’.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui