Mesmo campeão, Maurício Prado afirma: “Ninguém aguenta mais o Rogério Ceni”

o jornalista considera que o treinador demorou para mexer e não colocou o time do Flamengo para atacar quando a vitória era necessária.

UOL: Mesmo com o título conquistado, Renato Maurício Prado não poupa críticas a Rogério Ceni após a atuação que o Flamengo teve contra o São Paulo no Morumbi. Ele considera que o treinador demorou para mexer e não colocou o time para atacar quando a vitória era necessária e o ex-goleiro teve o troféu garantido justamente por um goleiro, o corintiano Cássio, no Beira-Rio, que garantiu o 0 a 0 entre Internacional e Corinthians.

“Ninguém aguenta mais o Rogério Ceni, o que ele fez nesse jogo de hoje é para realmente tirar qualquer rubro-negro do sério, é impressionante. O Flamengo precisando virar, o Flamengo precisando ganhar o jogo de qualquer maneira para não depender do resultado do Internacional e ele mexe e bota o João Gomes e o Matheuzinho, agora, me explica, depois o tempo continua passando, tudo bem, o Vitinho e o Michael estão longe de ser excepcionais, mas são atacantes e o Flamengo precisava de gol, o Flamengo precisava atacar”, afirma Renato.

“Resultado: o Flamengo foi campeão, sim. Quem foi o herói do Flamengo na noite? Cássio, goleiro do Corinthians. Campeão, legal, mas não me convence, não adianta, o Flamengo não tem uma jogada, o Flamengo só faz jogar bola alta na área, os gols do Flamengo quase todos nascem de cabeça. Com aquele elenco na mão e não consegue armar um time. E aí a gente lembra do português no ano passado e é impossível não dizer, mesmo com a conquista do Brasileiro, que a torcida do Flamengo tem que comemorar, mas digo: volta, Jesus!”, conclui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui