Internacional se torna tri-vice Brasileiro para o Flamengo

Dos oito títulos conquistados pelo Flamengo, o Internacional ficou com a segunda colocação em 1989, 2009 e agora 2020.

Gol de Edenílson, do Internacional, anulado contra o Corinthians no último lance – Foto: Divulgação

UOL: Alexandre Araújo e Leo Burlá

“Vice de novo”. O cântico que ganhou as arquibancadas do Flamengo por uma zoação com o rival Vasco pode, a partir de agora, também ter um novo alvo. Com a conquista da edição de 2020 do Campeonato Brasileiro, o Rubro-Negro impõe, pela terceira vez, um vice nacional ao Internacional.

Dos oito títulos conquistados pelo clube da Gávea, o Colorado se tornou a maior “vítima” nas brigas pelo título da competição. Ele ficou com a segunda colocação em 1987, 2009 e agora 2020. Em 1980, o vice ficou com o Atlético-MG, em 1982 com o Grêmio, em 1983 e 2019 com o Santos, e 1992 com o Botafogo.

Em campo, no Morumbi, o atacante Gabigol não fez menção a essa freguesia. Mas ele não poupou um dos jogadores do em específico do Inter: Thiago Galhardo, artilheiro do time gaúcho no campeonato. Durante a festa de comemoração, o craque flamenguista mandou um recado, depois de o colorado ter supostamente provocado o Flamengo durante o campeonato.

“Ô, Galhardo, seu moleque, você tem que respeitar. Cheira aqui [aponta para a medalha]. Não foi campeão e não foi artilheiro”, disse.

História de 33 anos
O primeiro confronto entre os times foi justamente na polêmica Copa União, em 1987. Na final do Módulo Verde, Flamengo e Internacional se encontraram e o rubro-negro levou a melhor, em duelo que teve o atacante Bebeto como herói. Autor do gol no empate em 1 a 1 no Beira-Rio e da vitória no Maracanã, ele, inclusive, lembrou aquele feito em recente entrevista ao UOL Esporte.

Após 22 anos, já com o Brasileiro sendo disputado pela fórmula de pontos corridos, os clubes voltaram a batalhar pela taça. À época, inclusive, o cenário era bem parecido com o atual. O Flamengo chegou à última rodada líder, com dois pontos à frente do Inter.

Na última rodada, os colorados encararam o Santo André em casa e o Fla pegou o Grêmio, rival do Inter, no Maracanã. Com os jogos sendo disputados paralelamente, os gaúchos chegaram a sentir o gosto do título quando Roberson abriu o placar para o Tricolor no Rio de Janeiro e Alecsandro, quase que ao mesmo tempo, balançava a rede para o Inter em Porto Alegre.

Na ocasião, uma cena acabou viralizando na internet. O “Profissão Repórter”, programa da TV Globo, acompanhava torcedores de ambos os times. Colorados celebravam o que, naquele instante, significava o título, mas, pelo rádio, ouviram a notícia de que o Fla empatava no Maracanã. A notória decepção logo ganhou as redes.

O Inter venceu por 4 a 1, mas com o triunfo do Rubro-Negro por 2 a 1, de virada, o título foi, novamente, para a Gávea.

Em 2020 o Fla, então atual campeão, entrou na competição como um dos favoritos. Porém, o Inter, no decorrer da competição, ocupou a liderança por diversas rodadas e “se colocou” entre os postulantes ao título.

As equipes fizeram quase que uma final no último domingo, quando o Rubro-Negro venceu por 2 a 1 no Maracanã, e passou à ponta da tabela. Assim, a equipe comandada por Rogério Ceni chegou à derradeira rodada com dois pontos de vantagem em relação ao time de Abel Braga.

O Flamengo ainda foi derrotado pelo São Paulo —que tem sido um algoz nas últimas temporadas—, mas o Inter não fez a sua parte ao empatar com o Corinthians em casa. Perdeu, assim, a chance de mudar essa história.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui