São Paulo sonhava com a volta de Rogério Ceni

O técnico manteve contato com os dois candidatos à presidência do São Paulo, até fechar com o Flamengo.

Alexandre Vidal / Flamengo

UOL: Léo Burlá e Thiago Fernandes

Rogério Ceni é o protagonista do jogo de hoje (25), entre São Paulo e Flamengo, pela 38ª rodada do Brasileirão. Perto do título, o técnico do clube carioca manteve no ano passado contato com os dois candidatos à presidência do Tricolor paulista — o mandatário Julio Casares e o concorrente derrotado Roberto Natel —, até fechar com o Flamengo, em 10 de novembro de 2020.

Ceni busca conquistar o maior título da carreira de treinador. Numa coincidência incrível, a conquista pode acontecer em pleno Morumbi, estádio no qual se consagrou como um dos maiores goleiros de sua geração. A diferença é que, dessa vez, ele está do outro lado, com acesso ao vestiário de visitante. Essa é uma imagem inusitada que, não fosse o longo processo eleitoral do Tricolor, talvez pudesse ter sido evitada.

O namoro dos dois candidatos com o ídolo são-paulino ocorreu por um longo período. Eles sinalizaram, durante todo o ano passado, com a intenção de contratá-lo após a eleição no Morumbi, ocorrida em 14 de dezembro. O técnico, porém, só admitia abrir negociações de fato após a votação e a definição sobre o então comandante, Fernando Diniz. Mas durante a fase de cortejos dos candidatos da época, o ex-goleiro fechou acordo com o Flamengo.

Antes da mudança para o Rio de Janeiro, Ceni recebeu telefonemas de Julio Casares, atual mandatário são-paulino, e Marco Aurélio Cunha, o MAC, que seria o diretor de futebol de Roberto Natel. Eles se comunicaram com o ídolo, inclusive depois do classificação do São Paulo em duro confronto com o Fortaleza, que na época era treinado por Ceni, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

A ideia da dupla era sempre se manter perto de Rogério Ceni, pensando na possibilidade de contratá-lo após a eleição. Em nenhum momento houve algum tipo de acordo com o técnico, sobretudo por serem apenas candidatos naquele período. A situação, no entanto, era de conhecimento de Fernando Diniz, que ocupava o cargo na ocasião.

Como não havia uma proposta formal de dirigentes são-paulinos, Ceni acabou se acertando com o Fla. Unanimidade na cúpula rubro-negra na ocasião, o técnico foi contratado menos de um dia depois da demissão de Domènec Torrent. O vice-presidente de futebol flamenguista, Marcos Braz, precisou de pouco mais de 24 horas entre o primeiro contato e o acordo com o treinador, que defendia o Fortaleza naquele momento. Com os moldes do negócio definidos por telefone, o ex-goleiro viajou ao Rio de Janeiro e acertou a ida para o Ninho do Urubu. Ele tem contrato até o fim de 2021.

Os seis primeiros jogos no novo clube foram de turbulência, com duas derrotas, três empates e uma vitória apenas. No período, duas eliminações significativas: o time caiu diante do Racing, da Argentina, pelas oitavas de final da Libertadores, e foi eliminado justamente pelo São Paulo nas quartas da Copa do Brasil.

O mau começo fez com que Rogério Ceni se tornasse contestado nos bastidores do Flamengo. A cúpula, no entanto, o sustentou no cargo. O técnico superou problemas considerados graves, como a questão física do elenco e o estado anímico depois da passagem de Domènec Torrent.

Nos 15 jogos seguintes, a equipe obteve dez triunfos, dois empates e três derrotas. Os números foram bons o suficiente para colocar o time na disputa pela taça do Brasileirão. Com 71 pontos conquistados, dois a mais que o Internacional, vice-líder, o Fla precisa apenas de um triunfo na noite de hoje para assegurar o troféu pela segunda temporada consecutiva. Caso dê empate, a equipe fica na torcida para que o Inter não vença o Corinthians no Beira-rio.

Mesmo com o cenário positivo e o bom aproveitamento — 60,31% em 21 partidas disputadas —, a comissão técnica de Rogério Ceni ainda não tem certeza de permanência no Ninho do Urubu. A sua situação no clube exige cautela, e o treinador ainda não está certo de que ficará no clube para a próxima temporada, sobretudo se não assegurar a conquista do título nacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui