Atlético-MG deseja a contratação de Rogério Ceni, do Flamengo

No entanto, o técnico assinou até o fim de 2021 com o Flamengo e não há sinalização de uma possível demissão nos bastidores.

UOL: Guilherme Piu e Thiago Fernandes

O Atlético-MG tem uma lista de alternativas para o cargo deixado por Jorge Sampaoli, que está perto do Olympique de Marselha, da França. Dentre as opções, está Rogério Ceni, atualmente no Flamengo.

A diretoria trabalha de forma cautelosa no mercado da bola e já fez consulta por Renato Gaúcho, que discute renovação com o Grêmio, e ao menos dois portugueses — Jorge Jesus, que defende o Benfica, de seu país, e Marco Silva, sem clube desde a saída do Everton, da Inglaterra. Diante dos empecilhos com os preferidos, o atual comandante do Fla, que ainda briga pelo título do Campeonato Brasileiro, surge como uma possibilidade.

Ainda não houve contato com o estafe do treinador, sobretudo por ele estar envolvido na disputa pelo principal troféu nacional. Entretanto, a diretoria aprova uma possível chegada à Cidade do Galo. Ele tem aceitação no departamento de futebol, principalmente dos investidores.

O trabalho feito no Ninho do Urubu, que pode culminar no bicampeonato brasileiro após a partida de amanhã (25), contra o São Paulo, é um dos fatores que empolgam a diretoria atleticana. Há também uma informação de bastidores sobre o bom convívio do técnico com as estrelas do elenco flamenguista, como Gabigol, Bruno Henrique, Diego Ribas, Filipe Luís, Arrascaeta, Everton Ribeiro e Gerson.

Acredita-se nos bastidores do Atlético-MG que ele terá qualidade para gerir o elenco recheado de medalhões, como Nacho Fernández, Hulk, Eduardo Vargas e Keno.

O único empecilho é o contrato de Rogério Ceni com o Flamengo. O técnico assinou até o fim de 2021 com o clube carioca e não há sinalização de uma possível demissão nos bastidores, principalmente em caso de título nacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui