Jorge Jesus está próximo de deixar o Benfica

Com vínculo até junho de 2022, o treinador vê o time, que fez altos investimentos, não render o esperado dentro de campo.

Foto: Divulgação

TORCEDORES: A situação de Jorge Jesus no Benfica não está confortável. Sendo assim, após o empate contra o Farense, o treinador foi alvo de várias críticas e não tem garantias de permanecer no cargo. Dessa forma, o jornal “Record” garante que a postura de Luís Filipe Vieira, presidente dos Encarnados, mudou. Isso porque o dirigente passou a cogitar uma saída de Jorge Jesus.

Diante disso, o mandatário máximo do Benfica não vai optar por uma demissão, mas vai aceitar um pedido vindo do próprio Jorge Jesus. Com vínculo até junho de 2022, o treinador vê o time, que fez altos investimentos, não render o esperado dentro de campo. O fato de ativos do clube, como Tomás Tavarares, Florentino, Jota e Ferro, estarem em outros times por empréstimo também deixou a diretoria insatisfeito, já que os nomes foram descartados pelo ‘Mister’.

Foto: Reprodução

Apesar das contratações de Everton Cebolinha, Lucas Veríssimo, Darwin Nuñez e Waldschmidt, Jorge Jesus também não está feliz com a postura do presidente do Benfica. Portanto, quando deixou o Flamengo, o técnico acreditava que teria um “super time” à disposição.

“Os resultados estão longe de agradar, mas o treinador também se sente desiludido, pois considera que não lhe foi cumprida a promessa de ser formada uma super equipe”, afirmou o diário.

Atualmente, o Benfica ocupa a quarta colocação do Campeonato Português, com 39 pontos. No meio de semana, o time de Jorge Jesus vai medir forças com o Arsenal, pela Liga Europa. Uma classificação sobre os ingleses pode motivar a equipe para o restante da temporada. Porém, um novo fracasso, irá piorar ainda mais a situação de Jorge Jesus no cargo.

DEIXE UM COMENTÁRIO