Em coletiva, Diego fala sobre desfalque de Arão, mudança de posição, expectativa do duelo contra o Inter, e muito mais. Confira!

Foto: Reprodução

Na manhã desta sexta-feira (19), o capitão do Flamengo, Diego Ribas, concedeu uma coletiva de imprensa onde falou sobre a possibilidade de desfalque de Willian Arão, que se machucou na última quinta-feira (18), em um acidente doméstico. 

“Arão é um dos pilares desse time, por tudo o que representa. Se jogar domingo, continuará sendo importante. Se não jogar, usaremos isso até como motivação. Temos um elenco à altura para substituí-lo e continuar sendo competitivo. Ainda não falamos com ele sobre o acidente”, disse Diego, que em seguida respondeu sobre o momento atual do Flamengo:
 

“Seguiremos focado e quando terminar a temporada, falaremos com mais propriedade”

O camisa 10 falou sobre o elenco experiente do Mais Querido e tudo o que aprenderam desde a última temporada.

“A experiência se conquista, desde que você aprenda com os erros. Temos que ter humildade e trabalhar muito para conquistar nossos objetivos. Com certeza a experiência vai nos ajudar.”

Sobre Danilo, da comissão técnica de Rogério Ceni, que está sempre conversando e motivando os jogadores no vestiario, Diego foi só elogios:

“Danilo teve uma adaptação imediata com os jogadores. As palavras e a energia que ele transmite é muito importante. Ter pessoas assim competitivas e positivas é importante nessa caminhada”, contou. 
 

Para o importantíssimo duelo de domingo (21), contra o Internacional, o capitão falou que está preparado, e deixou claro que quer fazer história:
 

“Estou muito à vontade. Sou muito competitivo e isso eleva o meu nível de apresentação. É importante encontrar uma forma de continuar desenvolvendo um bom futebol seja nos 90 minutos, ou menos. Me sinto muito bem preparado e os jogos importantes e decisivos nos motivam ainda mais. Me cuido muito, prestes a completar 36 anos, e vou continuar ajudando um elenco importante como o Flamengo (…) O elenco está motivado. Quanto mais vencemos, mais queremos vencer. O fato de ter oportunidade de fazer história com a camisa do Flamengo é um privilégio” 

Sobre a Nação Rubro-Negro, o atleta mostrou bastante saudade. 

“Nós estamos com muita saudade. Estão fazendo muita falta do ambiente que só a Nação Rubro-Negra sabe fazer. Por outro lado, estamos focados em sermos campeões para comemorarmos como em tantas vezes”, declarou o camisa 10, e continuou: 

“É um prazer viver, jogar, vestir essa camisa e ter essa cobrança. Nosso objetivo é manter o que temos feito. É manter o foco, concentração, humildade e estamos decididos a fazer um grande jogo e ir em busca da vitória. Tudo é conquistado e nós conquistamos o direito de estar aqui. Essa camisa representa muita coisa e nossa motivação vem justamente disso, de disputar títulos, de vencer. E nosso grande diferencial é muito trabalho e confiança.”

Diego também falou a sua mudança de posição, desde a chegada de Rogério Ceni:

“É sempre desafiador mudar de posição, porque eu exijo muito de mim mesmo. Porém, eu não seria nada sem os desafios na minha vida. Eles me motivam e elevam o meu nível como pessoa e como jogador. Aconteceu com naturalidade, conheci um pouco mais sobre o posicionamento defensivo. Está sendo legal, prazeroso e ajudando a equipe.” 

 

Além disso, o jogador finalizou a coletiva analisando o tipo de jogo que o Flamengo espera fazer contra o Internacional: 

“Nós entramos com grande objetivo de vencer. Uma das nossas qualidades é saber encontrar soluções dentro do jogo para vencer. Temos uma equipe preparada para um jogo mais técnico e disputado. Vamos para a partida com alegria, com nossas ideias, e prontos para solucionar qualquer coisa que aconteça porque nosso objetivo é vencer e estamos preparados para fazer o que for necessário.” 

Fonte: FlaZoeiro