Marcos Braz acompanha recuperação de Willian Arão em hospital

Ainda que haja uma remota possibilidade de o atleta encarar o Internacional, o Flamengo adota absoluta cautela sobre o tema.

Marcos Braz, dirigente do Flamengo, sentado em cadeiras do Maracanã – Foto: Divulgação

Após ter constatada uma fratura no dedo do pé, o volante Willian Arão passou a noite em um hospital na Zona Oeste do Rio. Por precaução, os médicos acharam melhor manter o jogador do Flamengo sob observação antes de liberá-lo para casa, o que deve ocorrer amanhã (19).

Ainda que haja uma remota possibilidade de o atleta encarar o Internacional no domingo, o Flamengo adota absoluta cautela sobre o tema e aguarda a evolução do caso. Marcos Braz, vice de futebol rubro-negro, acompanhou o camisa 5 no hospital.

Depois de treinar normalmente no Ninho do Urubu, Arão sofreu um acidente doméstico em casa e fraturou um dedo do pé. Inicialmente, o jogador achou que um tratamento conservador ou um curativo resolveriam a questão, mas um exame mais detalhado apontou para o quadro mais grave, que deve tirar o jogador da reta final do Brasileiro.

Como a lesão não é considerada grande, não está descartado o uso de injeção e uma sutura para que o jogador atue, mas os riscos serão devidamente calculados.

Caso Rogério Ceni não conte com o jogador, que tem atuado improvisado como zagueiro, a tendência é que Gustavo Henrique seja o titular contra o Colorado, domingo (21), às 16h, no Maracanã.

A um ponto dos gaúchos, o Fla precisa da vitória para assumir a ponta da tabela e depender de si para conquistar o título na última rodada da competição.

Fonte: Uol