Record deseja transmitir jogos do Carioca aos sábados

Se a demanda comercial pelo Cariocão realmente for grande, a Record transmitirá os jogos nacionalmente nas tardes de sábado.

TV POP: Gabriel de Oliveira

Contrariando todos os prognósticos e expectativas, a direção da Record conseguiu efetivar a compra dos direitos de transmissão do Campeonato Carioca pelas próximas duas temporadas, que serão realizadas neste ano e em 2022. A emissora adquiriu o torneio apenas para a TV aberta e irá desembolsar R$ 11 milhões para poder televisionar os jogos da competição, que começará oficialmente em 6 de março. A maioria dos jogos serão exibidos na Record, mas a possibilidade de utilizar a Record News como uma segunda tela não é descartada por executivos da rede.

A reportagem do TV Pop apurou que a emissora aguarda apenas a assinatura definitiva de Flamengo, Vasco, Fluminense e Botafogo para iniciar a comercialização dos jogos com o mercado publicitário. A expectativa é de um alto retorno financeiro, que supere com folga o investimento que terá que ser feito em equipamentos e profissionais, e de bons números de audiência, principalmente na capital carioca, Brasília e Manaus.

Se a demanda comercial pelo Cariocão realmente for grande, a Record transmitirá os jogos nacionalmente nas tardes de sábado, dando “férias” para a edição especial do Cidade Alerta, que serve como um imenso tapa-buraco desde que Rodrigo Faro foi remanejado para a programação dominical. Caso contrário, a maior parte das partidas ficarão restritas para as praças com grande número de torcedores dos clubes cariocas, como já acontecia na Globo, deixando as demais regiões com a programação habitual da rede.

Em paralelo a isso, os executivos da casa voltaram a discutir sobre a criação de um programa esportivo para a hora do almoço, inicialmente apenas para o Rio de Janeiro — parte da cúpula acredita que isso poderia beneficiar o Balanço Geral, que deixaria de confrontar diretamente com os telejornais locais da Globo. O Esporte Fantástico, que dependia de um milagre para voltar ao ar, deverá ganhar sobrevida, assim como o contrato de Mylena Ciribelli: a jornalista será o principal rosto das transmissões pré e pós-jogo, e fará participações em outros programas para atualizar as notícias esportivas.