Atlético-MG desiste da contratação de Rafinha

O clube vem gastando bastante com reforços, mas descartou a possibilidade de fechar com o lateral-direito, que negocia com o Flamengo

COLUNA DO FLA: Por: Giuliano Cosenza e João Pedro Granette

Campeão da Libertadores e do Campeonato Brasileiro 2019 com o Flamengo, Rafinha está de volta ao Brasil e irá analisar algumas propostas para definir o futuro da carreira. Nas últimas semanas foi noticiado os interesses de Flamengo, Palmeiras e Atlético-MG no atleta. O time mineiro vem gastando bastante com reforços, mas descartou a possibilidade de fechar com o lateral direito.

Depois de acertar com Hulk e Dodô, o Atlético-MG surgiu como um forte pretendente para a contratação de Rafinha, mas segundo apuração da reportagem do Coluna do Fla, o clube mineiro não está em negociação para contratar o atleta.

Para contar com Rafinha, o Atlético-MG teria que negociar Guga ou Mariano. Os jogadores são considerados “caros” para os moldes do futebol brasileiro. Com a janela de transferências para o futebol exterior fechada, o clube mineiro não tem aporte financeiro para investir em mais um jogador da posição.

Depois de rescindir o contrato com o Olympiacos, da Grécia, e passar alguns dias na Alemanha, Rafinha desembarcou no Brasil na manhã desta segunda-feira (08). Na chegada, o lateral direito reforçou o carinho pelo Flamengo, mas revelou que ainda irá decidir o futuro para a próxima temporada.

– Todo mundo sabe do carinho que eu tenho pelo Flamengo, mas não vou me precipitar. Cheguei agora, vou sentar com eles essa semana, matar saudade da minha família e com calma, vamos sentar e conversar. A saudade é muito grande (de jogar no Maracanã). Tomara que isso acabe rápido para o Flamengo voltar o mais rápido ao Maracanã. Não tem nada decidido ainda, mas espero que tenha um final feliz.

O Flamengo apresentou as condições salariais para o jogador e espera sua resposta. A diretoria trata com otimismo. A ideia é fazer um contrato parecido com o que foi oferecido para Diego Alves: valores mais baixos e um contrato até dezembro de 2021.